Página 1 dos resultados de 13058 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

‣ Intervenção psicológica no sofrimento psíquico de criança e adolescente envolvidos com processos em tramitação na justiça ; Psychological intervention in the psychic suffering of child and adolescent involved with processes in justice transaction

Colacique, Maria Aparecida Mazzante
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.784604%
O sofrimento faz parte da vida e o homem tem de dar-lhe um sentido como desafio de sua existência. No padecimento psíquico e físico surgem algumas questões fundamentais da existência humana a ser analisadas, como re-orientar a pessoa que sofre a descobrir nova adequação à realidade e a encontrar o ethos e o pathos. O objetivo deste trabalho foi pesquisar o sofrimento psíquico de pessoas sob atendimento psicológico envolvidas simultaneamente com processos em tramitação na Justiça, e intervir psicologicamente sobre o paciente e sobre seus familiares e responsáveis para encontrarem alívio às suas ansiedades, necessitando estabelecer alguns parâmetros diferenciados para o desenvolvimento da terapia. O suporte teórico adotado foi a psicanálise e outras concepções contemporâneas da mente humana. A concepção desta tese pressupõe diferentes níveis epistemológicos, articulando-se a projeção do psíquico com a vertente da psicanálise e das ciências sociais caracterizadas pela crise da representação da pós-modernidade. Os efeitos desses fatores recaem no indivíduo, na família e nas instituições. Foram estudados 10 casos, porém apenas dois foram selecionados por serem considerados emblemáticos, representando toda a amostra. A pesquisa versou baseada no Código de Ética do Psicólogo (CEP)...

‣ O significado do sofrimento do paciente oncológico: narrativas dos profissionais de saúde; The meaning of suffering to an oncology patient: health professionals declarations.

Pinto, Maria Helena
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
Este estudo teve o propósito de compreender como os profissionais de saúde constroem o significado do sofrimento do paciente oncológico, segundo suas experiências. A investigação foi desenvolvida segundo as propostas da antropologia interpretativa de Clifford Geertz, a antropologia médica de Arthur Kleinman e no conceito de sofrimento de Morse. A amostra constou de doze profissionais, membros da equipe interdisciplinar que atuam com pacientes oncológicos. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semi - estruturadas e de observações participantes, no contexto sociocultural hospitalar. A análise dos dados foi realizada segundo os pressupostos referencial metodológico de narrativas. Com as experiências relatadas pelos informantes foi possível compreender que os significados do sofrimento do paciente oncológico são construídos segundo os sistemas de cuidado cultural profissional e não profissional. O estudo levou a compreensão de que a experiência de sofrimento do paciente pelos profissionais leva a construção de significados comuns, integrados em temas que destacam a empatia, a emoção, o conflito, a individualização dos papéis, as estratégias de intervenção e que estão embasados nos conhecimentos culturais dos profissionais.; The purpose of this study was to understand how health professionals construct the meaning of oncology patients suffering based on their experiences. The research was conducted according to the Clifford Geertz proposal of interpretative anthropology and Arthur Kleinman medical anthropology and Morse?s suffering model. The sample was formed by twelve professionals...

‣ A experiência de sofrimento: histórias narradas pela criança doente; The experience of suffering: narrative stories by the sick child

Vasques, Raquel Candido Ylamas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.8892%
Ao trabalhar com indivíduos e suas famílias, as enfermeiras têm a oportunidade de incentivar e testemunhar algumas histórias de sofrimento. Assim sendo, é importante que identifiquemos o sofrimento para conseguirmos aliviá-lo. O sofrimento é uma experiência particular que freqüentemente traz consigo isolamento e alienação dos outros; pode, ainda, significar experienciar, passar ou tolerar a angústia, tristeza, perda e/ou modificações não-desejadas ou não-previstas. Dentro do contexto de doença, é necessário que se fale sobre o sofrimento. A hospitalização pode trazer inúmeras fontes de sofrimento. O presente estudo teve como objetivo conhecer a experiência de sofrimento da criança em idade escolar na situação de hospitalização e doença. Foi utilizada a pesquisa de narrativa como estratégia metodológica e a análise dos dados foi baseada no Modelo de Sofrimento, de Morse e Carter. As autoras descrevem o Modelo como dois largos e divergentes estados de comportamento: enduring/tolerância e sofrimento. A partir das narrativas de 14 crianças que vivenciavam a hospitalização ou a doença, aprendeu-se sobre os eventos cotidianos do hospital, que compõem a experiência de sofrimento da criança. Estes eventos são considerados novos e marcantes...

‣ Incerteza e sacrifício: o sofrimento na vida familiar invadida pelo câncer da criança; Uncertainty and Sacrifice: The Suffering n Family´s Life Invaded by Child Cancer

Cunha, Mariana Lucas da Rocha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.685461%
O surgimento do câncer do filho na vida da família é um evento que promove muitos desafios para os quais a família nem sempre está preparada. Este estudo teve como objetivo compreender a experiência de sofrimento da família que vivencia o câncer da criança. A pesquisa de narrativa foi a metodologia utilizada, a perspectiva teórica de análise dos dados foi o Interacionismo Simbólico. Foram conduzidas entrevistas semiestruturadas com 12 famílias que viviam a experiência de ter um filho com câncer. A análise dos dados seguiu a abordagem das categorias com ênfase no conteúdo e possibilitou a identificação de dois temas: A INCERTEZA DECORRENTE DO CÂNCER DO FILHO e A VIDA FAMILIAR SACRIFICADA PARA PRIORIZAR O CUIDADO DO FILHO. A invasão da vida da família pelo câncer da criança é um processo marcado por incertezas, capaz de promover mudanças importantes na organização familiar. O sofrimento na vida familiar da criança com câncer é construído no contexto de interações entre a família, o câncer e o tratamento. Ao definir o câncer do filho, como uma ameaça à vida da criança, a família age com o propósito de salvar o filho. A incerteza e as mudanças ocasionadas pelo medo de perder a criança geram sofrimento à família que sustentada pela esperança em poder salvar o filho...

‣ Sofrimento psíquico no trabalho contemporâneo : analisando uma revista de negócios; Psychic suffering in the contemporary work: analyzing a business, magazine

Flach, Leonardo; Grisci, Carmem Ligia Iochins; Silva, Francielle Molon da; Manfredini, Vanessa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
No presente artigo analisou-se como uma revista popular de negócios tem abordado o sofrimento psíquico no trabalho contemporâneo, a partir de uma pesquisa exploratório-descritiva. Para tanto, tomou-se como material de análise doze edições da Revista Você S/A veiculadas no período de julho de 2005 a junho de 2006. Da análise empreendida (Minayo, 1994) emergiram três categorias centrais à temática: as causas do sofrimento; suas consequências para os indivíduos e as organizações; e os indicadores de prevenção e manutenção da saúde. Como resultado da pesquisa, ressalta-se que os indivíduos têm sido apresentados como os responsáveis únicos pelo sofrimento no trabalho. Sob esse enfoque, questões relativas às vivências dos sentimentos de insegurança e incertezas, do aumento da competitividade e da hipersolicitação têm sido apresentadas em diversas reportagens que enaltecem dicas prescritivas sobre como superar o sofrimento sem, entretanto, discutir suas causas fora dos indivíduos.; The present article aims to analyze how the Magazine Você S/A approaches the thematic of psychic suffering in contemporary work. The study is based on an exploratory-descriptive research, and twelve editions of the Magazine Você S/A...

‣ Encountering the suffering other in illness narratives : between the memory of suffering and the suffering memory

Burlea, Suzana Raluca
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.805852%
Cette étude porte sur la dimension intersubjective de la souffrance qui affecte le rapport du souffrant à son corps, au temps et à l’espace vécus de même que son identité narrative et sa mémoire narrative. Mon argument principal est que la voix narrative constitue le rapport intersubjectif dans les récits de maladie que les proches écrivent sur leurs partenaires souffrant de cancer de cerveau ou de la maladie d’Alzheimer. Ma discussion est basée sur l’éthique, la phénoménologie, les théories de l’incorporation, les études des récits de vie, la sociologie et l’anthropologie médicales et la narratologie. L’objet de mon étude est l’expérience incorporée de la souffrance dans les récits de maladie et je me concentre sur la souffrance comme perte de la mémoire et du soi narratif. J’analyse le journal How Linda Died de Frank Davey et les mémoires de John Bayley, Iris: A Memoir of Iris Murdoch et Iris and Her Friends: A Memoir of Memory and Desire. J’explore comment les récits de maladie constituent le rapport éthique à l’Autre souffrant de la rupture de la mémoire. La discussion de la voix est située dans le contexte des récits de vie et se propose de dépasser les limites des approches sociologiques et anthropologiques de la voix dans les récits de maladie. Dans ce sens...

‣ Understanding and dealing with evil and suffering: a fourth century A.D. pagan perspective.

Wallis, Susanne H.
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.851633%
People of late antiquity were subjected to the universal and perennial human woes - injustice, affliction, adversity and pain - that cause suffering. The experience of suffering is subjective. There are however, common sources of and expressions of suffering in humans. The fourth century was a period of significant cultural and social changes which drew responses from pagans that not only reflected traditional knowledge but also engaged with new sets of ideas. This thesis examines the problem of evil and suffering as experienced by pagans of the fourth century of the Common Era. Having received imperial sanction from the emperor Constantine after his conversion in 312, Christianity was gaining momentum in both membership and strength. The Graeco-Roman world had become one where Christianity, it seemed to some, had effectively surpassed pagan state cult Against this backdrop of religious change, pagans had taken on a self-consciousness that engendered a rethinking of many traditional ways of coping with and explaining the evils of the world and the suffering that could result from them. Some rules and conditions had changed, so how and where could pagans seek explanation for, protection from or alleviation of their suffering? The study addresses this question by posing and responding to further questions. Firstly...

‣ Assessment of spiritual suffering in the cancer context: a systematic literature review

Best, M.; Aldridge, L.; Butow, P.; Olver, I.; Price, M.; Webster, F.
Fonte: Cambridge University Press Publicador: Cambridge University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.805852%
Objective: An important goal of cancer medicine is relief of patients' suffering. In view of the clinical challenges of identifying suffering patients, we sought to identify valid instruments for assessing the spiritual suffering of people diagnosed with cancer. Method: A systematic review of the literature was conducted in the Medline, Embase, the Cochrane Library, and PsycINFO databases seeking assessment instruments that measure either suffering or one of its synonyms or symptoms. The psychometric properties of the identified measures were compared. Results: A total of 90 articles were identified that supplied information about 58 measures. The constructs examined were: suffering, hopelessness/demoralization, hope, meaning, spiritual well-being, quality of life where a spiritual/existential dimension was included, distress in the palliative care setting and pain, distress or struggle of a spiritual nature. The Pictorial Representation of Illness and Self Measure (PRISM) (patient completed) was the most promising measure identified for measuring the burden of suffering caused by illness due to its ease of use and the inclusion of a subjective component. Significance of Results: Although the appropriateness of any measure for the assessment of spiritual suffering in cancer patients will depend on the context in which it is intended to be utilized...

‣ "O sofrimento no trabalho entre servidores públicos: uma análise psicossocial do contexto de trabalho em um Tribunal Judiciário Federal" ; Suffering at work among public workers: a psychosocial analysis of the labor context in a Federal Judicial Court.

Tavares, Daniela Sanches
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
Objetivo. Descrever e analisar a representação social do sofrimento no trabalho entre um grupo de servidores de um Tribunal Judiciário Federal. Metodologia. Com base em estudo exploratório, construiu-se o roteiro de entrevista semi-estruturada, abordando os seguintes principais tópicos: a) caracterização profissional; b) descrição do trabalho; c) sofrimento no trabalho -como o define, explica e sente; d) expectativas profissionais. Foram entrevistadas 37 pessoas, dentre as quais dirigentes e servidores de 15 setores. Resultados. A representação social do sofrimento no trabalho foi organizada em 3 agrupamentos de sentido: 1) Elementos constitutivos: injustiça no ambiente de trabalho, volume cumulativo de trabalho, não reconhecimento pelo trabalho, falta de autonomia, estagnação profissional (angústia da 'estaca-zero'), opressão por parte de superiores; 2) Elementos moderadores: critérios explícitos de concessão de gratificações, relações sociais positivas no ambiente de trabalho, aprendizado no trabalho, gerenciamento adequado do volume de trabalho por parte de dirigentes, estratégias de enfrentamento (distanciamento afetivo das causas dos processos, descomprometimento com o trabalho, busca de outras oportunidades dentro da instituição por meio de contatos pessoais...

‣ Sufrimiento; psicología comprensiva; resilencia; Suffering; comprehensive psychology; resilience

Juan José Amar Amar; Universidad del Norte
Fonte: Psicología desde el Caribe Publicador: Psicología desde el Caribe
Tipo: article; publishedVersion Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
En este ensayo se reflexiona sobre el tema del sufrimiento a partir del pensamiento de Karl Jaspers. En primer lugar, se hace una apretada síntesis del enfoque teórico del autor y la cosmovisión de su psicología; en segundo lugar, se estudia el tema del sufrimiento en Jaspers, y por último se hace una aplicación conceptual al manejo del sufrimiento por las personas que lo padecen. El artículo enfatiza en el tema de los valores, alcances, prejuicios y el análisis del sufrimiento como expresión de situaciones límite y cómo los estados de ánimo influyen ante estas situaciones límites para asumir actitudes pesimistas o de resiliencia ante la adversidad.Palabras claves: Sufrimiento, psicología comprensiva, resilencia.This essay intends to reflect on suffering from Karl Jaspers’ perspective. Firstly, a brief summary of the author’s theoretical approach and his psychology cosmovision is made. Secondly, Jaspers’ concept of suffering is studied; and last a conceptual application of managing suffering by people experiencing this situation is made. This paper enhances topics such as values, scope and prejudices, and the analysis of suffering as expression of limit situations, and how states of mind influence on pessimistic or resilient attitudes facing these limit situations.Key words: Suffering...

‣ Análise psicodinâmica do trabalho: um estudo exploratório das vivências de prazer-sofrimento em empregadas domésticas; Analysis psychodynamics of work: an exploratory study of the experiences of pleasure - suffering in household maids.

Silva, Bruna Martins da
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
36.823613%
Este estudo teve por objetivo realizar uma análise psicodinâmica das vivências de prazer-sofrimento no trabalho doméstico remunerado, com base no referencial teórico da Psicodinâmica do Trabalho. A pesquisa foi realizada junto a uma amostra de dez empregadas domésticas que atuam em uma cidade do Distrito Federal. A metodologia de pesquisa é de natureza qualitativa e os dados foram coletados por meio de uma entrevista semiestruturada individual e analisados segundo a técnica de Análise de Núcleo de Sentido. Como resultados, encontraram-se cinco núcleos de sentido: organização do trabalho, fontes de sofrimento, fontes de prazer, estratégias de mediação do sofrimento e adoecimento. As entrevistadas não realizam suas atividades em um mesmo ambiente de trabalho, no entanto, pode-se perceber que houve considerável similaridade na Organização do Trabalho. Esta é caracterizada pelo excesso de tarefas, jornada de trabalho diária extensa, diversos tipos de tarefas e trabalho aos fins de semana. O prazer está ligado principalmente à identificação com a tarefa, ao envolvimento afetivo com a família, ser bem tratada e reconhecida pelos patrões, ter liberdade para organizar a rotina de trabalho, não ter despesas com moradia...

‣ Re-Membering Redemption: Bearing Witness to the Transformation of Suffering

Makant, Mindy
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.872734%

My subject is the redemption of profound suffering. I begin with the presumption that there is no suffering beyond the redemptive reach of God's grace. Drawing on insights from a number of academic disciplines, as well as on a wide variety of literary accounts of profound suffering, I consider the impact of the suffering of interpersonal violence on the formation of individual identity. I frame identity-formation in temporal terms, considering the impact of suffering in each temporal dimension: past, present, and future. In considering the past, I focus on the nature of memory, and argue that the memory of suffering resides in the body, soul, and mind, continually shaping the individual, and that a theological account of memory, therefore, cannot be reduced to cognitive recall. I also suggest that the integrity of the memory of suffering is often a casualty of suffering. In considering the present, I turn to an account of community which I argue is, likewise, an integral element of individual identity. I show the ways in which suffering, and the memory of suffering, continues to isolate those who have suffered. Next, I consider the future, and suggest that the anticipation of the future shapes both the memory of the past and the experience of the present. The memory of past suffering...

‣ Mapping Suffering: Pain, Illness, and Happiness in the Christian Tradition

Sours, Sarah Conrad
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.784604%

Respect for autonomy is the foundation of modern bioethics, even (or especially) where bioethics is attentive to the problem of suffering caused by the practice of medicine itself. It provides guidance in the midst of therapeutic and moral uncertainty, justification for morally problematic enterprises, and the promise of protection against self-serving or predatory medical personnel. Yet bioethical arguments that appeal to the injustice or the horror of suffering depend on an instinctual and uncomplicated association of suffering, especially imposed suffering, with evil. This uncomplicated association, this flattening of the complexities of the moral landscape, must lead to a diminished capacity to navigate the very difficulties that define the field of bioethics. This dissertation explores the relationship, particularly, of autonomy, suffering, and happiness in modern bioethics, as represented by three key theorists (James Childress, Tom Beauchamp, and H. Tristram Engelhardt). It then contrasts these findings with resources from the Christian tradition: Luke-Acts, the letters of Paul, and the theologians Thomas Aquinas, Catherine of Genoa, and Margaret Ebner. Their accounts of the meaning and experience of suffering within well-lived lives makes for a more robust account of the moral life...

‣ Religious significance of suffering and psychological position in faith; Significação religiosa do sofrimento e posição psicológica na fé

Jaspard, Jean-Marie
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.784604%
Estuda-se o vínculo psicológico entre a experiência existencial do sofrimento e a posição do sujeito em relação à fé religiosa. A investigação foi realizada com 80 enfermeiros, de ambos os sexos, com várias modalidades de adesão ao cristianismo. A hipótese foi a de que essas pessoas são obrigadas a estruturar para si mesmas uma atitude mais ou menos estável, consciente ou refletida, em relação ao sofrimento. Foi construído um questionário com uma pergunta acerca do sofrimento, (dimensões, apreensão psicológica, sentido), uma pergunta acerca da posição religiosa (central ou periférica, segura ou hesitante) e uma pergunta acerca da atribuição de conotações religiosas ao sofrimento. Os resultados não permitem enunciar uma teoria unívoca da relação entre religião e sofrimento, mas a existência de configurações singulares mais ou menos estáveis e evolutivas, segundo a orientação básica da atitude religiosa, o contexto meramente humano do sofrimento e a contextualização religiosa do sofrimento.; The psychological bond between the existencial experience of suffering and the position of the subject in relation to religious faith are studied. The investigation comprised 80 nurses, from both sexes...

‣ Violência e sofrimento social: a resistência feminina na obra de Veena Das; Violence and Social Suffering: women's resistance in Veena Das' works

Carvalho, João Eduardo Coin de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
O sofrimento social vem sendo discutido por pesquisadores brasileiros em diferentes contextos, normalmente associado às populações socialmente excluídas, vítimas de violência e da miséria crônica, com atenção especial para sua repercussão nos corpos de mulheres e crianças. Neste trabalho discute-se o conceito de sofrimento social, que tem como referência a Antropologia Médica a partir dos trabalhos da antropóloga indiana Veena Das, buscando diálogo com questões de gênero e saúde em nosso meio. A importância dessas concepções é investigada nos trabalhos de Das sobre a resistência do feminino no imaginário e no cotidiano, nos quais esta resistência aos discursos hegemônicos em meio à violência e ao sofrimento social se apresenta de maneira sutil nos usos cotidianos dos corpos. Concluindo, a posição sobre a resistência feminina na perspectiva de Veena Das pode ser útil para estudos e intervenções no campo da saúde, realizados com mulheres brasileiras de populações em situação de miséria crônica em contextos de sofrimento e exclusão social. A escuta de mulheres jovens e pobres a respeito da maneira como (não) dirigem seus destinos e elaboram projetos de vida, aponta para a possibilidade de investigar fenômenos que remetem aos mesmos cenários descritos por Das. A busca de sua inserção em movimentos imaginários que se materializam em suas falas e nos usos e cuidados com seus corpos pode ser decisiva para...

‣ Corpos em rebelião e o sofrimento-resistência: adolescentes em conflito com a lei; Bodies in rebellion and suffering-resistance: adolescents in conflict with the law

Vicentin, Maria Cristina G.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
In this text I present two modalities of suffering experienced by adolescents responsible for committing offenses while in detention, especially when caught in a kind of intermediary zone between life and death. In the first modality, suffering turns into a political act of self-rebellion, a suffering-resistance in which the subject passes from victim to witness. In the second modality, the pathologization of the adolescents turns their experience of suffering and rebelling bodies into increasingly isolated, individual and disempowered acts. Subsequently I focus on the ethical-political dimension of two experiences of suffering, highlighting the presence in contemporary Brazil of an extreme overlap between mechanisms of sovereignty (authoritarian society) and biopower: making some live (the citizens) and others die (the enemies), one in the name of the other. Finally I suggest the need to (re)politicize the violence committed and suffered by young people as a form of denaturalizing youth violence.; Neste texto apresentamos duas modalidades de sofrimento experimentadas por adolescentes autores de ato infracional no cumprimento de medida de internação, especialmente quando colocados numa espécie de zona intermediária entre a vida e a morte. Em uma...

‣ The survival as strategy to deal with suffering in the bank work; A sobrevivência como estratégia para suportar o sofrimento no trabalho bancário

Resende, Sonia; UNEB - Brasília - DF; Mendes, Ana Magnólia; UnB - Brasília - DF
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
This paper investigates the relation between pleasure-suffering experiences and individual values in the banking work. Its focus is on the representation of the value of work, in terms of checking if the work promotes identity and self-realization or if it means just survival, considering the lack of other options and the fear of exclusion. The Psychodynamics of Work and the Universal Structure of Human Values theories are used. The research was undertaken with 210 bank workers of the information sector, 51.9% males, 48.1% females, 61.3% from public and 38.7% from private institutions, with ages up to 30 years (59.2%), with college degrees (75.2%), with up to 5 years of work in the institution, receiving 1 to 5 times the minimum wage (48.3%). Schwartz’s Values Inventory and Pleasure-Suffering Scale were applied, both validated. Descriptive statistics, “t” test and linear regressions were used. The results suggest that pleasure and suffering are experienced in a moderate intensity. The correlation between pleasure-suffering and individual values is weak, leading to the conclusion that the suffering among these workers is not being influenced by the characteristics of individuals, but possibly – according to postulates of the Psychodynamics of Work –...

‣ Prazer e sofrimento no trabalho docente: estudo com professoras de ensino fundamental em processo de formação superior; Pleasure and suffering at work: a study about elementary school teachers participant in a university level educational program

Moraes, Rosângela Dutra de; UFAM - Manaus - AM
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
O trabalho docente demanda a formação de um vínculo afetivo, especialmente no nível fundamental. Sendo este vínculo uma das condições para a efetividade do trabalho da professora, também se revela como fonte potencial do sofrimento, por sua natureza incompleta, característica estrutural da relação de trabalho. Os estudos desenvolvidos por Dejours acerca o sofrimento psíquico do trabalho apontam para a construção de estratégias coletivas para lidar com o mesmo. O objetivo desta pesquisa foi identificar e analisar as principais fontes de prazer e sofrimento psíquico no trabalho dos professores de ensino fundamental integrantes do PEFD (Programa Especial de Formação Docente), problematizando a exigência da formação superior bem como as demandas de professor-estudante. Trabalhou-se com a abordagem qualitativa. Participaram da pesquisa trinta e três sujeitos. Como resultados, a principal fonte prazer no trabalho se relaciona à tarefa de educar e à troca afetiva com os alunos. As principais fontes de sofrimento psíquico: ausência dos pais dos alunos e violência associada às condições sociais precárias; desvalorização salarial da profissão. O desejo de cursar pedagogia pareceu facilitar a relação com as novas tarefas de estudante. E a autovalorização profissional foi a estratégia coletiva identificada para reduzir o sofrimento decorrente da desvalorização social da profissão.; Teacher’s work demands the establishment of an emotional/affectionate link...

‣ Re-meaning of psychic suffering at informal work; A ressignificação do sofrimento psíquico no trabalho informal

Morrone, Carla Faria; UnB - Brasília - DF; Mendes, Ana MAgnólia; UnB - Brasília - DF
Fonte: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho Publicador: Revista Psicologia: Organizações e Trabalho
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.72657%
This study investigates the pleasure and suffering of workers in informal activities through the approach of the psychodynamics of work. It aims at analyzing the relationships between pleasure and suffering experiences, the characteristics of the work’s organization and the dynamics of recognition therein. Semi-structured interviews were conducted with 20 workers which own stands in a fair of imported goods in the Federal District. The data were submitted to categorical content analysis. The discoveries demonstrate that characteristics of flexibility of the organization of work benefit the pleasure, and that precarious conditions of work are an element which leads to suffering. This suffering is dealt with by means of defensive strategies, and it is ressignified by the dynamics of recognition. The latter implies a valuation of informal work as a survival alternative and as a means to cope with unemployment. The following conclusions are drawn: this professional category tries to find ways to keep health by means of mechanisms which favor coping with suffering and the pursue of pleasure. Future research with other categories of informal workers shall be conducted in order to confirm these results.; Esse estudo investiga o prazer e o sofrimento de trabalhadores em atividades informais sob o prisma da psicodinâmica do trabalho. Tem por objetivo analisar as relações entre as vivências de prazer e de sofrimento...

‣ Evaluation of suffering in individuals with multiple chemical sensitivity

García-Sierra,Rosa; Álvarez-Moleiro,María
Fonte: Clínica y Salud Publicador: Clínica y Salud
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.851633%
Qualitative studies show that patients suffering from Multiple Chemical Sensitivity (MCS) or Idiopathic Environmental Intolerance (IEI) are aware of health-care professionals' non-awareness of the disease, making communication difficult. The objective of this paper is to describe the suffering in individuals with MCS and to assess the disease's impact on each measured dimension of suffering by means of a descriptive and correlational study. A sample of 125 subjects fill out a survey consisting of three scales for assessing the impact of MCS and three scales for assessing suffering. The results show that MCS affects mostly women. Assessment with the Quick Environmental Exposure and Sensitivity Inventory (QEESI) showed that participants have high levels of disease. The physical sphere of suffering is the most affected, followed by the psychological and the existential. There are high correlations between the QEESI and suffering scales. A multivariate regression equation explained 38.2% of the variance of suffering observed. We conclude that MCS generates physical, psychological, and existential suffering. Severity of symptoms is the variable that generates most suffering, followed by life impact. Psychological distress is marked by anxiety or worry and lack of gaiety; existential suffering reveals thoughts of failure and lack of inner harmony. A detailed description of suffering in MCS is a useful basis for therapy. Lack of awareness among health-care personnel implies inattention of these patients within the general health-care service. With this investigation we hope to raise awareness of this emerging disease in order to improve the communication between health-care workers and patients.