Página 1 dos resultados de 33 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

‣ O Dialogo di Pittura de Paolo Pino, o Dialogo della Pittura, intiolato L'Aretino de Lodovico Dolce e a reflexão sobre a arte em Veneza no século XVI; The Dialogo di Pittura of Paolo Pino, the Dialogo della Pittura, intitolato L'Aretino of Lodovico dolce an the reflexion about art in Veneza in XVI century

Ventura, Rejane Maria Bernal
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.471807%
Esta pesquisa tem por objetivo investigar alguns aspectos que permitam sistematizar uma teoria da arte na Veneza do século XVI, a partir de dois tratados artísticos: o Dialogo di Pittura, de Paolo Pino (1548) e o Dialogo della Pittura intitolato LAretino, de Lodovico Dolce (1557). Para isto, enfoca cinco problemas: o conceito de mimesis; a estrutura dos tratados em sua relação com a Arte Retórica; Pino e Dolce como representantes da doutrina do ut pictura poesis; o ideal de beleza e a disputa pela primazia da cor sobre o desenho.; This research deals with some aspects that enable to systematize an artistic theory in Venice from sixteenth century, from two artistic treatises: Paolo Pinos Dialogo di Pittura (1548) and Lodovico Dolces Dialogo della Pittura intitolato LAretino (1557). In order to get over this objective we will discuss five problems: mimesis notion; the treatises structure in your relation with Rhetoric; Pino and Dolce as ut pictura poesis doctrine members; the ideal of beauty and the debate for the primacy of colour over design.

‣ A Missividade: por uma gramática tensiva da semiótica de HQs; The missivity: by a tensive grammar semiotics of comics

Tomasi, Carolina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
59.19341%
Esta dissertação ocupa-se do estudo da missividade, utilizando como corpus as HQs de Território de bravos, de Luiz Gê. Seu objetivo principal é examinar a emissividade e a remissividade como elementos fundadores de uma gramática tensiva nas narrativas dos quadrinhos. Inicialmente, abordamos a paixão da obstinação como constituidora do éthos do enunciador. Como a obstinação revela a cifra tensiva da continuidade da parada causada pela tonicidade do antissujeito no percurso do sujeito, tornou-se relevante fazer o levantamento de quadrinhos emissivos e remissivos nas HQs. O resultado encontrado de 75,47% de quadrinhos de dominância remissiva endereçou-nos para a teoria da missividade de Zilberberg. Essa teoria dá sustentação às análises empreendidas nesta dissertação e possibilitou-nos a constatação de que é o jogo do fazer missivo que estrutura as HQs. Examinamos comparativamente duas HQs de direções diversas: uma de dominância remissiva e outra de dominância emissiva e verificamos a pertinência do estudo da função do antissujeito, que é de desarranjador da ordem sujeito objeto. Ele seria responsável por impulsionar o percurso narrativo, assim como impulsiona a paixão da obstinação no enunciador. Não houvesse a presença do antissujeito...

‣ A construção da veridicção do discurso das petições iniciais : mecanismos semióticos e estratégias retóricas para a persuasão

Camargo, Patrícia Maria Seger de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
59.277383%
Este trabalho inscreve-se nos estudos relacionados às teorias do texto e do discurso e tem como foco de investigação a linguagem jurídica aplicada no processo judicial. Por isso, dentre as diversas peças que conformam um processo judicial optou-se pelo estudo da petição inicial, texto que o inicia. O estudo utiliza como suportes teóricos a semiótica de origem francesa, fundada por Alrgidas Julien Greimas, e alguns elementos da retórica clássica de Aristóteles propostos na Arte Retórica, e elementos da nova retórica nascida dos estudos de Chaïm Perelman & Lucie Olbrechts-Tyteca no Tratado da Argumentação. À luz desses pressupostos teóricos, procura-se descrever a estrutura da petição inicial, considerando aspectos dos planos narrativo e discursivo, este último direcionado à identificação dos elementos que constroem a veridicção do discurso, isto é, as marcas deixadas nos enunciados responsáveis pela criação de efeitos de sentido verdade. Para atingir esse objetivo traça-se um percurso de trabalho que inicia com a descrição da teoria semiótica francesa considerando o seu lugar de inserção dentre as teorias do texto e do discurso e o seu modelo teórico-metodológico. Após, segue-se a descrição...

‣ Relações retóricas e clivadas conclusivas e não conclusivas

Moretto, Gian Franco
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.420146%
O presente trabalho investiga o papel de sentenças clivadas na estrutura hierárquica do discurso, através de uma teoria independente da estrutura do discurso – a Rhetorical Strucuture Theory. De acordo com Menuzzi e Roisenberg (2010), há um número significativo de clivadas que se encontram em final de segmento temático, em textos maiores e mais planejados, sintetizando-o ou resumindo-o – as clivadas conclusivas, em oposição a clivadas que não encerram segmento temático, as não conclusivas. Além disso, embora pudéssemos supor que a clivadas estaria associada a relação retórica de Contraste, devido a suas características informacionais, os autores afirmam que a clivadas também podem estar associadas outras relações retóricas. Este trabalho tem como objetivo central verificar se (a) é possível detectar a função “conclusiva” das clivadas que ocorrem em final de segmento temático por meio das relações retóricas que estabelecem com o segmento que as precede e (b) se há grupos de relações retóricas naturalmente associados às noções pré-teóricas de clivadas conclusivas e não conclusivas. Os resultados, embora apenas indicativos, nos mostram que, ainda que nenhuma relação retórica seja claramente hegemônica nas clivadas conclusivas e não conclusivas...

‣ Controle sanitário : construção e desconstrução de sentidos em linguagem publicitária

Silva, Zilda Pereira da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
48.36644%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguistica, Português e Línguas Clássicas. Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2011.; Nesta pesquisa, investigam-se textos publicitários com foco em questões de riscos para a saúde. Com o objetivo de integrar conhecimentos sobre esse tema, desenha-se uma abordagem teórico-metodológica – sob o enfoque da Análise de Discurso Crítica – para descrever, interpretar e explicar estratégias de linguagem usadas nas práticas publicitárias e na norma sanitária que as regulam. Articulam-se, nessa perspectiva, conceitos e abordagens de vários campos do saber para analisar o problema constituído nesta investigação: a linguagem em uso nas práticas publicitárias com a produção de efeitos de sentidos nocivos à saúde. Assim, esta investigação, realizada em um processo circular que vincula teoria e objeto analisado, está delineada em nove capítulos. Com uma reflexão teórica sobre a linguagem em suas dimensões de significação, constitui-se a base para a análise linguístico-discursiva. A partir dela, observa-se um processo de apagamento da fronteira entre alimentação e medicação na construção discursiva da categoria de produtos “alimentos fonte de beleza”. Observa-se...

‣ Relações retóricas estabelecidas por orações gerundiais adverbiais

Antonio,Juliano Desiderato
Fonte: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
89.04485%
O objetivo deste trabalho é propor critérios para identificação das relações implícitas estabelecidas por orações gerundiais adverbiais em um corpus formado por elocuções formais (aulas) e entrevistas. Para isso, tomam-se como fundamento teórico da pesquisa duas teorias funcionalistas, a Teoria da Estrutura Retórica do Texto (RST) e a Gramática Discursivo-Funcional (GDF). Na visão da RST, além do conteúdo explícito veiculado pelas orações de um texto, há proposições implícitas que surgem das relações que se estabelecem entre partes do texto. Foram utilizados os parâmetros da GDF, factualidade, pressuposição, e as camadas dos níveis representacional e interpessoal em que ocorrem as orações para a identificação das relações retóricas estabelecidas pelas orações gerundiais adverbiais. Foram encontradas relações de meio, de resultado, de condição e de propósito, o que não significa que não se reconheça, neste trabalho, que outras relações como tempo (anterioridade, posterioridade, simultaneidade), concessão, causa, dentre outras, podem ser estabelecidas por orações gerundiais adverbiais. Os parâmetros da GDF demonstraram ser eficientes na identificação das relações.

‣ Retórica e multimodalidade do Powerpoint educativo

Regina Ferraz Vieira, Ana; Paiva Dionisio, Angela (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
69.266763%
Neste início de século, as Apresentações em PowerPoint configuram-se como documentos complexos, sofisticados em termos de layout e cada vez mais disseminados em resposta a um novo cenário tecnológico e, particularmente, às novas versões do PowerPoint® lançadas sucessivamente desde 1984, quando o Presenter inaugurou o mercado e o uso de softwares de apresentação multimídia. A Apresentação em PowerPoint emergiu como gênero essencialmente ligado ao mundo do trabalho e às novas tecnologias, caracterizando-se por integrar imagens, palavras e outros elementos gráficos ou sonoros que se combinam e cooperam entre si no espaço da página para criar significados. Com o mesmo vigor que conquistam usuários há 27 anos, o software PowerPoint® e as onipresentes Apresentações em PowerPoint suscitam polêmicas ou questões de naturezas diversas em esferas diversas, inclusive no âmbito do ensino que põem em dúvida o seu valor pedagógico. Este estudo investiga a organização retórica de Apresentações em PowerPoint disponibilizadas em domínio público na Internet e particularmente voltadas para o ensino, ou PowerPoints Educativos, ancorando-se nas perspectivas dos estudos retóricos de gênero (MILLER, 2009; BAZERMAN...

‣ Lacunas no direito: análise da retórica estratégica dos silêncios normativos

Almeida, Júlio César de
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
49.23032%
Este trabalho parte da problemática sobre o que são “silêncios normativos” e se há como diferençá-los. Como marco teórico, elege a tripartição da retórica proposta por João Maurício Adeodato para tomar a teoria geral do direito como retórica estratégica se e quando é utilizada para interferir na retórica material. Pressupondo o silêncio como ausência de qualificação de algo, estrutura-se em torno da proposição, a monádica, em cujo âmbito ocorrem as qualificações, composta de um sujeito contido no predicado. Não elege, portanto, pontos de partida históricos nem comparativos. Preocupa-se, no primeiro capítulo, com a possibilidade de determinar, racionalmente, o sujeito e o predicado, ante a aporia cética do regresso epistêmico. Fundamenta a escolha, no capítulo segundo, do lícito e ilícito como únicos predicados jurídicos possíveis a partir da definição de direito proposta por Kelsen. Almeja delimitar o que é predicado, quer estaticamente, quer dinamicamente, quando revisita e critica os conceitos jurídicos fundamentais de Kelsen. No terceiro capítulo, toma a conduta efetiva como sujeito valorado, quando discute se a relação entre sujeito e predicado infirma a dicotomia entre ser e dever-ser e parte do ceticismo semântico para entender a qualificação como construção epistemológica. No capítulo quarto...

‣ Uma investigação funcionalista dos meios de expressão das relações retóricas de causa e resultado em locuções formais

Mamus, Priscila Teixeira
Fonte: Campo Mourao Publicador: Campo Mourao
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
89.20475%
The aim of this paper is to describe how the rethorical relations cause and result are expressed in formal elocutions (lectures). By the Rethorical Structure Theory aplication, functional theory developed by Mann e Thompson (1987) which describes the established relations between the parts from a text, itís intended to verify the relations cause and result relevance in a construction of a discourse which are proposed to explain and teach, according to its kind of mark in a particular lecture context. The relations were indetified in the corpus, and after they were classified s the sort of mark. Then, it was observed how de relations were applied to the lectures, who were the informers, got their comunicatives purpose. The research corpus is formed by 10 formal elocutions (lectures) which belong to Funcpar (Functional Research Group on North/ North-East of Paran·) database. The subjects of the research are university lecturers who were born in Maring· (PR) or have lived in it for at least 10 years. The data were recorded during graduation classes and were transcribed according to a pattern based on NURC project (PRETI, 1993, p. 11-12) with a few adaptations. The segmentation of the units of the corpus followed Chafeís (1987) concept of intonation units. Results indicate the analysis of the cause and result relations in the teachersí speech not only contributed to their purpose of teaching...

‣ Concepção retórica e concepção semântica da metáfora

D'Onofrio, Salvatore
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
48.92455%
O Autor realiza um estudo sobre as duas principais teorias surgidas para o entendimento da estrutura e do funcionamento do processo metafórico: a teoria retórica, que considera a metáfora apenas como uma figura de estilo, e a teoria semântica, que vê na metáfora o princípio onipresente e indispensável para a renovação da linguagem humana e para a criação do texto poético.

‣ Sobre a emergência das construções com "mas" e seu estatuto discursivo na fala de uma criança; About the rise of sentences with "but" and its discursive status in a child speech

Gisele Aparecida de Lima
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
58.140396%
"Construções complexas" tem figurado como tema nos estudos de Aquisição da Linguagem sob diferentes perspectivas teóricas. Neste trabalho, a partir de uma posição marcadamente interacionista, que elege o diálogo como unidade de análise, realizamos um estudo de um tipo de construção estrutural e discursivamente complexa que precocemente emerge na fala da criança - as construções com 'mas'. Interessa-nos, particularmente, observar a complexidade dessa estrutura naquilo que ela pode revelar, tanto do processo de aquisição da linguagem, como da relação do sujeito (em constituição) com a sua própria fala, com o outro e com a língua. Essa partícula, que na gramática tradicional é classificada como uma conjunção coordenativa adversativa, foi amplamente estudada por Ducrot e Anscombre no interior da teoria da Argumentação na Língua, sendo descrita como um operador argumentativo de contraorientação. E é justamente a esta abordagem, sobretudo pela sua concepção notadamente estruturalista de argumentação e de língua, que recorremos para tratar do corpus desta pesquisa; constituído por episódios de fala de uma criança - R - com idade entre 2 e 4;9 anos, em ambiente natural de interação com o adulto. Nossas análises mostraram que...

‣ A teoria fraseológico-musical de H.C. Koch (1749-1816); The musical-phraseological theory of H.C. Koch (1749-1816)

Cassiano de Almeida Barros
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
48.97919%
Este trabalho propõe a abordagem hermenêutica da teoria fraseológica de Heinrich Christoph Koch (1749-1816), considerada, desde o século XVIII, a mais clara e completa sistematização fraseológica de sua época. O objetivo é compreender historicamente como se manifesta a relação entre a gramática musical, a retórica e a estética nessa teoria, investigando as técnicas de invenção, concatenação e desenvolvimento do pensamento musical elaboradas para a persuasão, além da natureza das próprias unidades de pensamento musical, como a frase, o período, estrutura e forma. A fim de reconstituir o horizonte de sentido dessa teoria e compreender a relação entre suas partes constituintes, são examinados os tratados, ensaios e artigos de Koch e os estudos atuais relacionados. O estudo do pensamento musical setecentista e de seus mecanismos criativos conduz a uma compreensão particular do repertório neles fundamentado, na medida em que recupera parâmetros próprios dessa produção musical para os quais nossa percepção não é sensível. Isso se torna evidente na última parte do trabalho, na qual a teoria fraseológica de Koch é aplicada na análise do primeiro movimento do quarteto de cordas em sol maior, KV 387 de W. A. Mozart...

‣ Searle interpretando Austin : a retorica do medo da morte nos estudos da linguagem

Claudiana Nogueira de Alencar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
69.72258%
Nesta tese, decidi estudar a estrutura retórica dos discursos teóricos sobre a linguagem para refletir sobre a prática discursiva na produção do conhecimento lingüístico questionando-lhe o discurso cientificista, o qual postula a adoção de determinados conceitos e determinado método de formalização como pressuposto de qualificação desse conhecimento. A partir de uma perspectiva teórica integracionista (Harris, 1981, 1998), cuja concepção de linguagem, de inspiração wittgensteiniana, permite questionar os mitos da lingüística e valorizar as ações integralizadoras na situação comunicacional, escolhi como objeto de investigação a tradicional interpretação da teoria dos atos de fala de J. Austin pelo filósofo J. Searle, através da análise da estrutura retórica da obra SpeechActs- An Essqy in the Philosophy of Language(1969). Partindo da idéia de que a reformulação teórica de Austin por Searle, sua aceitação e repercussões na lingüística e na filosofia são frutos do mito da linguagem, analisei os processos de produção, interpretação e distribuição do texto de Searle e concluí que as concepções tradicionais do discurso cientificista e positivista, bem como a sua retórica da formalização...

‣ Historiografia linguística do séculoXVII: as unidades de relação na produção gramatical portuguesa

Fonseca, Maria do Céu Brás da
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.42227%
"Sem resumo feito pelo autor": Sabe-se que a demarcação de limites temporais em investigações na área das ciências humanas é sempre de carácter arbitrário e artificial, mais ainda, de valor tão somente didáctico quando não sincronizada com divisões periodológicas estabelecidas, no caso, o termo ad quem do período da história da língua designado por português clássico em várias propostas de periodização. Em face destas, o jeito de acidentalização que leva neste trabalho a escolha da sincronia de Seiscentos só o concurso de factores de ordem externa poderá mitigar, factores que concorrem na avaliação de que "In most of the recently published full-scale works on the history of linguistics (...), the seventeenth century is not treated as fully as one would wish in view of the many important philosophical and linguistic contributions stemming from this century" (Sebeok, 1975: 277). Deste mal não enfermam as histórias da literatura, propulsoras de estudos mais alargados. Além de códigos literários e uma teoria poética e retórica já bem caracterizados, conhece-se, se não a larga faixa dos chamados poetae minores, o painel de conjunto do escol que, sobre ser pórtico das histórias da literatura, teve a fortuna de um ‘esboço biográfico'...

‣ Uma retórica da superação: o Contributo alla critica di me stesso, de Benedetto Croce

Jesus, Carlos José Marques Duarte de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1999 Português
Relevância na Pesquisa
58.542075%
Tese de mestrado, Teoria da Literatura, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2000; Abstract: O Contributo alla critica di me stesso, texto que se constitui como corpus desta tese, escrito por Benedetto Croce entre 1915 e 1950, apresenta-se como uma narrativa autobiográfica, que neste trabalho é entendida como um exercício retórico, no sentido em que pretende aspirar a uma ilusão, a de que é sempre possível ultrapassar estados difíceis. São analisadas as considerações de Croce sobre a relação entre a arte e a vida bem como o papel da linguagem e da estrutura textual no encontro com a ideia de superação. Se os elementos factuais presentes no texto são susceptíveis de pôr em causa tudo aquilo que possa estar implícito numa certa maneira de entender a superação, o certo é que o plano retórico em que se alicerça o texto contribui para o estabelecimento de uma ordem nova a partir da qual será possível conceber a superação. Acerca do conceito de superação pretende-se determinar até que ponto o Croce que se afirma em muitos textos contra Hegel não será muito mais por Hegel. Os textos de Louis Aragon e de Raymond Roussel abordados ao longo desta tese encontram na relação e no modo como apresentam a ideia de começo um espaço em que também o Contributo se inscreve. É nesta perspectiva que se estuda Beginnings...

‣ Argumentação na monografia : uma questão de polifonia

Elichirigoity, Maria Teresinha Py
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
48.98126%
Este estudo representa a aposta na possibilidade de articulação das teorias de Ducrot e Bakhtin, ao abrir uma nova perspectiva para a Semântica Argumentativa, servindo-se de um corpus discursivo de monografias realizadas como Trabalhos de Conclusão do Curso de Direito da UCPel-RS. Pensamos em mostrar a polifonia como recurso de argumentação, na medida em que se observa a maneira pela qual o produtor do enunciado se posiciona em relação às perspectivas de outros enunciadores. Assim, ao reconhecer que o enunciado comporta perspectivas diferentes que se mostram por marcas lingüísticas indicantes da polifonia e que realizam movimentos com orientação argumentativa antagônica ou equivalente, demonstramos, também, que se constitui um sujeito descentrado, social e histórico, e não somente aquele cuja perspectiva domina o texto. Para a realização dessa proposta, apresentamos, no primeiro capítulo, a importância do estudo da monografia, devido ao seu largo uso na esfera universitária, e diferentes orientações dadas para o trabalho monográfico em livros de metodologia, indicados para o ensino superior, assinalando, inclusive, a tentativa de efeito de “dessubjetivação” na formulação científica do texto.No segundo capítulo...

‣ A linguística de Rousseau: a estrutura aberta e a potência criadora da linguagem

Falabretti, Ericson; Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Fonte: SFL – Seminário Filosofia da Linguagem Publicador: SFL – Seminário Filosofia da Linguagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
59.345503%
O exame da linguagem ocupa lugar central no conjunto do pensamento rousseauniano, ao mesmo tempo em que apresenta uma nova teoria sobre a linguística. A novidade da linguística rousseauniana, objeto de análise deste trabalho, está na consideração da não presença, da estrutura aberta e da potência criadora da linguagem. A não presença, a consideração que a linguagem não nasceu na natureza e, ao mesmo tempo, não é instituição social, revela a solução inédita de Rousseau para o problema da origem da linguagem. Já as noções de estrutura aberta e potência criadora remontam à função central da linguagem na explicação da historiografia e da antropologia rousseauniana. No Ensaio sobre a Origem das Línguas e no segundo Discurso, Rousseau revisita a discussão antropológica e a perspectiva anti-histórica do homem e, ainda, reassume o problema do tempo – da saída do estado de natureza, do devir e da aparência – como história das línguas. O trabalho também discute essa dupla tese, a centralidade e a novidade do estudo rousseauniano da linguagem, retomando as interpretações de Derrida e de Bento Prado Jr. O conceito derridariano de suplementariedade e a concepção nuclear de retórica – enunciada por Derrida e aprofundada por Bento Prado Jr – radicalizam o sentido das noções de potência criadora e estrutura aberta da linguagem e...

‣ Expressão da relação retórica de concessão em elocuções formais e entrevistas orais

Antonio, Juliano Desiderato
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
99.22227%
O objetivo deste trabalho é investigar como a relação retórica deconcessão é expressa por meio de orações hipotáticas adverbiaisconcessivas em um corpus constituído por elocuções formais (aulas)e entrevistas. A perspectiva teórica adotada foi da RST (RhetoricalStructure Theory – Teoria da Estrutura Retórica do Texto), umateoria que parte do pressuposto de que, além do conteúdo explícitoveiculado pelas orações, há relações retóricas que surgem dasrelações que se estabelecem entre partes do texto. Utilizaram-separâmetros da Gramática Discursivo-Funcional (GDF) para acaracterização das construções hipotáticas adverbiais concessivasutilizadas pelos falantes para expressar a relação retórica deconcessão. Pretendeu-se com isso fornecer pistas para auxiliar naidentificação dessa relação.

‣ Os usos do agora em elocuções formais e em entrevistas orais

Antonio, Juliano Desiderato
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
58.043066%
Neste trabalho, pretende-se investigar os usos do agora com baseem uma orientação funcionalista em um corpus formado por 10elocuções formais e por 10 entrevistas orais. O item agora é analisadoem dois planos de funcionamento distintos: como advérbio de tempoe como marcador discursivo. Quanto à primeira categoria, a análiseé fundamentada na descrição dos advérbios circunstanciais de tempoapresentada por Neves (1992), que aponta os seguintes usos doagora: neste momento; na época atual; neste momento ou período,prolongando-se para o período imediatamente seguinte a este; nomomento ou período imediatamente anterior a este; nos últimostempos. Por outro lado, a análise do agora como marcador discursivoparte do estudo de Risso (1993), segundo o qual a atuação do agorase dá na articulação da estruturação tópica, promovendo abertura detópico ou encaminhamento de tópico. Por fim, são verificadas asfunções exercidas por esse marcador no estabelecimento de relaçõesentre partes do texto, tomando como base a Teoria da EstruturaRetórica do Texto (RST).

‣ Étienne Dolet e o “modo de traduzir bem de uma língua a outra”

Furlan, Mauri; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2008 Português
Relevância na Pesquisa
48.44275%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7968.2008v1n21p67Considerado “o único programa formal de teoria da tradução na França renascentista” (Norton 1984: 103), o clássico texto de Étienne Dolet, La manière de bien traduire d’une langue en autre (1540), é aqui analisado em sua estrutura e conteúdo, com algumas indicações do pensamento constituidor subjacente, formado pela teoria da retórica clássica, compreendida como a concepção da linguagem então vigente no século XVI.; Considered “the only formal program of translation theory in Renaissance France” (Norton 1984: 103), the classic text by Étienne Dolet, La manière de bien traduire d’une langue en autre (1540), is herein analyzed in its structure and content, accompanied with a few remarks on its underlying thought, formed by the classical rhetorical theory, understood as the conception of language then in force in the 16th century.