Página 1 dos resultados de 67 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

‣ James Fenimore Cooper e Thomas Cole : The Last of the Mohicans : a relação dialéctica entre a natureza, a literatura e a pintura, no espaço formativo ecológico

Cunha, Ana Elisa Baptista Pereira Morais Figo Ribeiro da
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
29.288735%
Dissertação de Mestrado em Estudos Americanos apresentada à Universidade Aberta; Resumo - Nesta dissertação tem-se como objectivo fazer a relação entre pintura (Thomas Cole) e literatura (James Fenimore Cooper) americanas, mostrando que a arte nos EUA adquiriu um estatuto próprio que a diferenciou da europeia durante o século XIX, defendendo uma identidade cultural que se fundia com a Natureza selvagem. As obras destes autores, durante a era do presidente Jackson, manifestaram uma grande apreensão devido à destruição da Natureza pela Civilização e pelo Progresso avassalador, que pode ser encarada como uma das origens dos movimentos ecologistas na América do Norte. Por isso, pode falar-se da ligação entre Literatura, Pintura e Ecologia, já nesse século. O corpus desta dissertação é constituido pela obra de James Fenimore Cooper The Last of the Mohicans e pelos quatro quadros que Thomas Cole pintou baseados nesta obra: Scene from the Last of the Mohicans: Cora Kneeling at the Feet of Tamenund (1827), Landscape, Scene from the Last of the Mohicans (1827), Landscape, Scene from “The Last of the Mohicans" (Death of Cora), (1827) Landscape with figures: A Scene from the Last of the Mohicans, (The Death of Magua)...

‣ Descrição pictórica: a influência da pintura impressionista na literatura francesa do século XIX; Pictorial description: the influence of impressionist painting in french literature of 19th century

Cristovão, Maria Lucia Claro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
39.007905%
Desde Horácio e sua célebre expressão Ut pictura poesis, diversos autores tentaram estabelecer um paralelo entre a literatura e a pintura ao longo dos séculos. Vários são os exemplos de obras literárias e pictóricas unidas por temas e inspirações em comum, que se desenvolveram em caminhos paralelos durante uma determinada época, numa determinada sociedade. Menos freqüentes, porém, são as ocorrências de elementos que configurem um verdadeiro diálogo, uma convergência ou uma interferência entre as artes visuais e a arte literária. Neste trabalho, pretendemos identificar uma influência do olhar impressionista na literatura francesa da segunda metade do século XIX. Para isso, analisaremos seqüências descritivas de obras de Gustave Flaubert e de Émile Zola. Através da análise da construção das pinturas impressionistas e da construção das seqüências descritivas na literatura, pretendemos demonstrar que esses dois sistemas de representação não estão unidos apenas por temas e inspirações em comum, como havia sido o caso até então, mas também pelas técnicas e metodologias utilizadas e pelas reações que essas mesmas técnicas provocaram e provocam até hoje no espectador e no leitor.; From the time of Horace and his famous phrase Ut pictura poesis...

‣ Imagens e paleta de cores nos textos de Flaubert da viagem ao Oriente; Flaubert's images and color palettes in texts from his journey to the Orient

Ribeiro, Lúcia Amaral de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.784683%
Esta tese abrange manuscritos inéditos dos cadernos da viagem ao Oriente, de Flaubert, e textos publicados postumamente, a partir do que ele copiou dos seus cadernos logo depois da viagem, fazendo mudanças e acréscimos. Esta tese também abrange cartas que ele escreveu no Oriente. Analiso movimentos da sua escritura e a mobilidade de formas textuais, que migram de cartas para textos da viagem e vice-versa. Ele não quis publicar essas anotações, que constituem um lugar de experiência com a linguagem, uma espécie de laboratório de formas, que depois, com mudanças, ele integra em seus romances. Relaciono esses textos a concepções estéticas da época. Comparo o modo descritivo que Flaubert desenvolve durante a viagem com páginas dos cadernos ilustrados de Delacroix, do Marrocos. Identifico nos textos do Oriente de Flaubert correspondências entre composição literária e composição pictural. Seu olhar e imaginação são informados pela arte orientalista, em voga na Europa, na época. O orientalismo é um elo para a análise de mudanças estéticas que acontecem nas duas artes, literatura e pintura, no século XIX. Escrever durante a viagem se associa à ideia de movimentar um repertório de imagens e, ao mesmo tempo, tornar visível o que o texto evoca; This thesis encompasses Flauberts unpublished manuscripts from his travel notes and copies he made from these travel notes...

‣ Os arcanos maiores do Tarô e a pintura Simbolista do Séc. XIX : um visão interpretativa da correlação arquétipica; The major arcana of Tarot and the XIX century symbolist painting : an interpretative view of the archetypal correlation

Roberta Heinemann de Souza Aranha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
49.18189%
Este trabalho relaciona as imagens dos Arcanos Maiores do Tarô com o contexto imagético das Artes Visuais, em especial, evidencia a correlação entre a pintura da escola Simbolista e o Tarô. Também procura desvelar alguns aspectos arquetípicos encontrados através do diálogo simbólico entre essas duas manifestações criativas e artísticas, o que propicia um olhar subjetivo das transformações históricas do final do Século XIX; This study relates the images of the Major Arcana of the Tarot imagery with the context of the Visual Arts, in particular, shows the correlation between the Symbolist school of painting and the Tarot. It also seeks to reveal some archetypal aspects found through symbolic dialogue between these two creative and artistic expressions, which provides a subjective look of the historic transformations of the late nineteenth century

‣ Entre razão e fruição : formação e presença da Segunda Revolução Científica no Brasil (XVIII e XIX); Between reason and fruition : rise and presence of the Second Scientific Revolution in Brazil (XVIII and XIX)

Marcelo Fetz de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
28.855574%
As pesquisas em sociologia da ciência destacam a formação do pensamento científico nas diferentes sociedades como um processo histórico que, embora singular, apresenta-se conectado diretamente com os elementos culturais (políticos, econômicos e sociais). Esses mesmos elementos foram destacados por Robert K. Merton e Joseph Ben-David, quando do estudo da formação da comunidade científica e do processo de institucionalização da ciência na Europa. No Brasil, no entanto, poucas são as pesquisas direcionadas para a compreensão da ciência nacional em sua fase pré-institucional. Nesta tese, apresentamos a formação da atividade científica no Brasil entendendo-a como reflexo das transformações surgidas no decorrer da Segunda Revolução Científica, durante a passagem do século XVIII para o XIX. Sob a influência da Ciência Romântica, o pensamento científico no Brasil foi formado a partir da presença da chamada literatura de viagem científica - estilo de conhecimento caracterizado por um saber baseado na "razão estética", na "razão lírica" e na "razão científica". Em outras palavras, a ciência natural no Brasil inicia o seu processo de difusão através de uma ciência organizada entre a razão científica e a fruição artística...

‣ O Paraíso aos mineiros : proposições acerca de um discurso poético de Manoel da Costa Ataíde; The Paradise to the mineiros : propositions about a poetic discourse of Manoel da Costa Ataíde

Marco Aurélio Figueiroa Careta
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
29.470076%
Este trabalho teve por objetivo perscrutar o discurso poético de Manoel da Costa Ataíde presente na sua pintura em perspectiva realizada no forro da nave da Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, no provável período compreendido pelos anos de 1801 e 1812. Considerando os questionamentos de ordem epistemológica acerca da investigação crítica de uma obra de arte apresentados pelos Estudos Visuais, a referida obra foi focada como portadora de um discurso de natureza poética realizado por um artista através de uma pintura. Na abordagem da obra e do discurso por ela portado, foi considerada a essencial relação entre arquitetura e pintura inerente ao que de modo geral é chamado de pintura em perspectiva. Também foram considerados dados relativos ao autor da mesma, cuja naturalidade é de Mariana, Minas Gerais, e dados relativos ao contexto no qual ela se deu. Quanto ao contexto, ele foi interpretado a partir daquilo que possuía de imediato e de particular em relação aos contextos com os quais teve importantes relações, sendo que, foi chamado de mineiro tanto se diferenciando quanto se aproximando dos demais contextos do Brasil colonial, contemporâneos ou anteriores a ele, assim como se diferenciando e se aproximando de determinados contextos europeus devidamente destacados e justificados...

‣ Relações entre a pintura de paisagem e o desenvolvimento da geomorfologia nos Estados Unidos; The relationship between the landscape painting and the development of geomorphology in the United States

Maíra Kahl Ferraz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
28.928147%
Os métodos e os conceitos científicos são constantemente questionados e revistos, influenciados pela sociedade vigente. Desta maneira o conceito de paisagem que foi utilizado para a sistematização da geografia, também passou por mudanças em suas concepções. A princípio o termo estava muito ligado as artes e a estética, porém aos poucos foi caindo em desuso e se distanciando das ideias artísticas. Este rompimento se deu no século XIX, momento em que ocorria a fragmentação científica e, portanto, o surgimento de vários ramos acadêmicos, dentre deles a geomorfologia. Entretanto este rompimento não foi abrupto e as relações entre geomorfologia e artes perduraram durante este século. Esta pesquisa tem como objetivos reconstruir a trajetória do conceito de paisagem na ciência geográfica, mais especificamente na geomorfologia e o relacionar com os ideais artísticos. Enfatizando as ligações que houveram entre essas duas áreas, evidenciando tanto a influência da arte nos cientistas artistas que usavam a pintura de paisagem como metodologia para o desenvolvimento de suas teorias, como para os artistas cientistas que se utilizavam das novas teorias para representarem a paisagem. Dentre esses artistas selecionamos aqueles que faziam parte da Hudson River School e apresentavam em suas obras tendências científicas mais acentuadas...

‣ Ramalho Ortigão e o culto dos monumentos nacionais no século XIX

Alves, Alice Nogueira, 1977-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
28.532515%
Tese de doutoramento, História (Arte Património e Restauro), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010; No fim do século XIX, Ramalho Ortigão publicou uma importante obra, O Culto da Arte em Portugal, onde desenvolveu um levantamento crítico de vários aspectos relacionados com a defesa e valorização do Património nacional, encarados como testemunhos da História de Portugal e elementos essenciais para a justificação da sua identidade nacional. Enquadrado num conjunto de influências nacionais e estrangeiras anteriores, assimiladas e ponderadas ao longo da sua obra literária, o autor apresentou uma visão pessoal sobre o assunto, complementada com um conjunto de propostas para a resolução de alguns dos problemas enunciados. Este interesse pelos monumentos nacionais foi acompanhado pela participação nas Comissões e Conselhos formados a partir do início da década de noventa do século XIX, exclusivamente dedicados a este problema. Através da elaboração de pareceres, muitas vezes complementados com visitas aos locais, Ramalho Ortigão tentou aplicar na prática os seus princípios, na maioria sem resultados evidentes. Segundo ele, para alterar as mentalidades era preciso começar por fomentar a educação do povo...

‣ Entre el rescate y el olvido. La querella que determin?? la historia de unas pinturas murales, de Lucas Vald??s, en la Sevilla del siglo XIX

Vicente Rabaneque, Mar??a Teresa
Fonte: Universidad de Granada Publicador: Universidad de Granada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
38.35853%
Este art??culo analiza la disputa que suscit?? en el siglo XIX la conservaci??n de las pinturas murales barrocas realizadas por Lucas Vald??s en el atrio del Hospital de Venerables Sacerdotes (Sevilla). Frente a los defensores de la restauraci??n de los murales por su alto valor art??stico, otros justificaron su sustituci??n por su lamentable estado de deterioro. El debate involucr?? a las principales instituciones decimon??nicas responsables del patrimonio y reclam?? el dictamen de la Real Academia de Bellas Artes de San Fernando y la Real Academia de la Historia, en Madrid, como m??ximas autoridades responsables de la custodia del patrimonio nacional.; This article analyzes the dispute that provoked in the nineteenth century the conservation of Baroque wall paintings realized by Lucas Vald??s in the atrium of the ???Hospital de Venerables Sacerdotes??? (Seville). Facing those who advocated the restoration of the murals due to their high artistic value, others justified their substitution basing on their deplorable state of conservation. This debate involved the main institutions responsible for heritage during the nineteenth century and claimed the opinion of the Royal Academy of Fine Arts of San Fernando and the Royal Academy of History...

‣ Pintura, historia e herois no seculo XIX : Pedro Americo e "Tiradentes Esquartejado"

Maraliz de Castro Vieira Christo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/11/2005 Português
Relevância na Pesquisa
29.082463%
A tela Tiradentes esquartejado, de Pedro Americo, produzida em 1893, pertencente ao acervo do Museu Mariano Procópio de Juiz de Fora (Minas Gerais -Brasil), representa, em grande formato, o corpo esquartejado do protomártir da República brasileira, executado em 1792 por crime de lesa-majestade, acusado de liderar um movimento pela Independência do Brasil. A leitura iconográfica da tela acentua a gênese de seu processo criativo, identificando a proposta inicial do artista em apresentar Tiradentes esquartejado não como tela isolada, mas compondo uma narrativa sobre a Conjuração Mineira, estruturada na forma de tragédia, enfatizando a fragilidade do movimento. A tela insere-se nos dilemas da criação do panteão nacional republicano, em pleno ocaso da pintura histórica na cultura ocidental. As vicissitudes da produção, circulação e recepção da imagem permitem compreender seu esquecimento por mais de meio século e atualidade. A análise do método de trabalho de Pedro Americo denota o intenso diálogo com a história da arte, assim como o processo de desconstrução dos heróis no conjunto da obra do artista, enfatizando sua consonância com a pintura internacional do final do século XIX e originalidade Resume: La toile Tiradentes écartelé de Pedro Americo...

‣ O corpo indígena ressignificado : Marabá e O último Tamoio de Rodolfo Amoedo, e a retórica nacionalista do final do Segundo Império; The indigenous body reframed : Marabá and The Last Tamoio of Rodolfo Amoedo, and the nationalist rhetoric of the end of the Second Empire

Richard Santiago Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
29.151367%
O presente projeto de pesquisa pretende estudar duas obras específicas do pintor brasileiro Rodolfo Amoedo intituladas O último Tamoio (1883) e Marabá (1882). Tais obras serão analisadas dentro do contexto de sua produção na segunda metade do século XIX buscando identificar aspectos formais e programáticos que as aproximam e ao mesmo tempo afastam da política de criação de uma identidade nacional implementada pela Academia Imperial de Belas Artes no decorrer do século XIX. Buscaremos associar essas pinturas, tão importantes no conjunto da obra de Amoedo, ao ambiente sócio-político e cultural do Brasil oitocentista, investigando suas intenções políticas e culturais no contexto artístico do período. Além disso, interrogaremos tais pinturas na tentativa de reconhecer traços do estilo de Amoedo que as ligassem à sua formação artística tanto no Brasil quanto na Europa, trazendo referências diversas nas áreas da literatura e pintura que contribuíram para sua feitura. Será fundamental investigar como Amoedo desmonta o aparato de exaltação do mito do "índio herói nacional", identificando os traços de um indianismo tardio sem fôlego, esgotado às vésperas da proclamação da República. Para tanto, será importante confrontar literatura e artes plásticas dentro das premissas do ut pictura poesis...

‣ A catalogação das pinturas a óleo de Eliseu d'Angelo Visconti : o estado da questão; The cataloguing of Eliseu d'Angelo Visconti's oil painting : state of art

Mirian Nogueira Seraphim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.40187%
O pintor Eliseu d'Angelo Visconti (Salerno, Itália, 1866 - Rio de Janeiro, 1944), apesar de ser precursor do modernismo brasileiro, pioneiro do design no Brasil, e ainda decorador de diversos edifícios importantes do Rio de Janeiro, não tem sua obra conhecida nem valorizada na justa medida, como também grande parte dos artistas brasileiros. A catalogação sistemática da obra de um artista é o procedimento que visa sanar essas faltas e também prevenir e combater a falsificação, que progride na medida em que o mercado de artes plásticas no Brasil é insipiente e o conhecimento do seu objeto é precário. Foi feito, então, um levantamento das pinturas a óleo e de cavalete atribuídas a Visconti, num recorte que exclui toda a sua produção de desenho, pinturas em outras técnicas, projetos para as indústrias artísticas e os grandes painéis decorativos. Para definir o estágio de autenticação de cada pintura e ordená-las cronologicamente, foi realizada uma grande coleta de documentos e críticas publicadas por ocasião das muitas exposições que Visconti participou. Além disso, as características individuais do autor - em termos de cor, fatura, desenho e composição - observadas em suas obras de autoria comprovada...

‣ Representações do corpo leitor na pintura artística brasileira do século XIX e início do século XX : contribuições para a história das práticas de leitura

Saturnino, Edison Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
28.67598%
A investigação, inscrita no âmbito da História da Educação, em especial da história da leitura no Ocidente, na perspectiva da história cultural, toma como eixo privilegiado de atenção a historicidade dos corpos inscritos nos processos de leitura. Os indícios são buscados na pintura artística brasileira, produzida no século XIX e no início do século XX. Procura demonstrar de que maneira as imagens das pinturas artísticas, concebidas como representações, possibilitam observar vestígios das práticas de leitura do passado que propiciam pensar as percepções dos artistas, que se transformam em narradores de histórias e de enredos, nutridos pela imaginação criadora e por suas experiências no lugar e no momento vivido. De certa forma, cada artista pode ser considerado como o leitor da realidade de seu tempo; captura e retrata flagrantes do cotidiano e observa as relações práticas dos leitores, em diferentes situações, com os objetos de suas leituras. Os corpos que leem estão aí representados numa diversidade inusitada. As construções teóricas de Roger Chartier, de Robert Darnton, de Peter Burke e de Sandra Jatahy Pesavento sustentaram a análise e levaram a pensar acerca das permanências e das rupturas significativas que têm lugar na longa história das maneiras de ler. Além disso...

‣ The Modernist Worlds of Catalá and Ruelas

Faraudo, Rosario
Fonte: Facultad de Filosofía y Letras, Universidad Nacional Autónoma de México Publicador: Facultad de Filosofía y Letras, Universidad Nacional Autónoma de México
Tipo: Articulo
Português
Relevância na Pesquisa
58.675977%
Rosario Faraudo writes about the Mexican decadent painter Julio Ruelas and the Catalonian prose writer and poet “Victor Catalá” really named Caterina Albert. Since women have repeatedly been related to Nature, it may not be a coincidence that the natural world in Ruelas is barren. He very frequently uses hybridization in relation to feminity, which links him to the general attitude of his time; sphynx, sirens, serpents, cats and vampires abound in late XIX century European art. Catalá uses a similar narrative strategy in defining some of her characters, yet with a different orientation.

‣ Bonaventura Planella i la pintura catalana del primer terç del segle XIX

Quílez i Corella, Francesc M.
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1995 Português
Relevância na Pesquisa
39.319255%
La figura del pintor Bonaventura Planella i Conxello (1772-1844) ocupa un lloc destacat en el panorama artístic de la Catalunya del primer terç del segle XIX. Amb la difusió de quatre noves produccions pictòriques ho incrementa, de forma notable, el coneixement del seu periple creatiu. Les obres -pertanyents a la seva darrera etapa d'actuació- exemplifiquen la imatge d'un artista que practica una estètica dominada pel principio de l'heterodòxia visual, en una època presidida pel manteniment de la inèrcia barroca i l'aparició d¡esporàdics signes de renovació compostivia.; Bonaventura Planella i Conxello (1772-1844) is one of the most detached artistic figure in Catalonia in the first years of the XIXth century. Nowadays the knowledge of his artistic trajectory can be deeper thanks to the difusion of four new paintigns. These paintings -belongings to his lastt stage as a painter- show the image of an artist that practise and aesthetics led by the visual heterosoxy, in a periode leaded by the baroque's inertia and by the appearence of some combining renovation signs.

‣ Ramon Martí Alsina, entre la inercia romántica y la pulsión realista. Lecturas interpretativas para un escenario pictórico ecléctico

Quílez i Corella, Francesc M.
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em /2012/2011 Português
Relevância na Pesquisa
39.319255%
Abrumados por el peso de los convencionalismos estilísticos, los historiadores del arte aceptamos los modelos teóricos sin cuestionarnos la validez universal de los mismos. Esta refl exión viene al hilo de un artículo que profundiza en el legado artístico del pintor Ramon Martí Alsina (1826-1894), cuya veta realista, más que discutible, sometemos a revisión. En cierto sentido, la producción del artista refl eja la ambivalencia estética de la pintura catalana de la época, deseosa, por un lado, de enraizarse en las corrientes europeas más vanguardistas, pero, al mismo tiempo, incapaz de desprenderse de la tradición romántica más localista. Las obras de Martí Alsina transmiten el aliento de la pintura europea y, más concretamente, muestran el refl ejo desmayado de las composiciones de Gustave Courbet (1819-1877). En este contexto de búsqueda de las novedades artísticas, convertido en un fenómeno de europeización, en el que la ciudad de París se erige en el principal referente, la pintura catalana del último tercio del siglo xix perfi la una identidad estética de características muy eclécticas, presidida por una dinámica vacilante, propia de las realidades artísticas dependientes. En este marco histórico, coexistirán diferentes corrientes pictóricas: tardorromanticismo...

‣ O Passeio Público do Rio de Janeiro na Literatura, na Pintura e na Fotografia do Século XIX; The Passio Público of Rio de Janeiro in 19th Century Literature, Painting Photography

Aragão, Solange de; Sandeville Júnior, Euler
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
39.46272%
Este artigo tem como objetivo geral e mais amplo chamar a atenção dos pesquisadores para a importância da literatura, da pintura e da fotografia como fontes documentais para a construção da História do Paisagismo no Brasil por meio de um estudo de caso muito particular: o Passeio Público do Rio de Janeiro no século XIX. São objetivos específicos apresentar e analisar o modo como esse espaço livre público aparece na literatura, na pintura e na fotografia desse período, considerando suas transformações paisagísticas.; This article has as its main and more general objective catch researcher’s attention to the role of literature, painting and photography as documental resources for the construction of Brazilian Landscape Architecture History, by means of a very particular case study: the Passeio Público of Rio de Janeiro in the 19th century. As specific objectives we have the analysis and presentation of this open space in literature, painting, and photography from this period, taking into account its landscape architectural transformation.

‣ A pintura na literatura; The art of painting in literature

Magalhães, Roberto Carvalho de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/1997 Português
Relevância na Pesquisa
38.908003%
Pode-se falar em uma verdadeira tradição no uso da pintura na literatura, que, iniciada com Goethe, em 1774, chega até nossos dias com Georges Perec e Thomas Bernhard. Este fenômeno, na França, foi favorecido pela grande controvérsia renovada a cada ano, no século XIX, pelo Salon Annuel de Peinture, envolvendo escritores como Theópile Gautier, Baudelaire e Zola. Sem ignorar outras literaturas, o texto retraça os percursos seguidos por esse fenômeno na literatura francesa dos séculos XIX e XX.; It can be said that there is a real tradition concerning the use of painting in literature. It began with Goethe, in 1774, and continued up to the present with Georges Perec and Thomas Bernhard. This phenomenom was favoured by the intense controversy renewed each year during the nineteenth century by the Salon  Annuel de Peinture, involving many writers like Théophile Gautier, Baudelaire e Zola. Whitout neglecting other literatures, this article reconstructs this phenomenom in the French literature of the 19th an 20th centuries.

‣ ; A natureza-morta eloquente de Agostinho José da Motta: belas-artes e literatura no Segundo Reinado

Squeff, Letícia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
28.813123%
The Brazilian art of the 19th century was accused by some historians of not being committed with the specificity of the independent nation. I will show that painting, as the literature of the period, was largely influenced by travelers and authors of different Travel Writing on Brazil. Also still-life painting produced by artists like Agostinho da Motta was inspired by artists like Eckhout or Debret. Thus, I’ll shed light on the relationship between literature and painting in the 19th century Brazil, and on the role of the arts in the construction of a Brazilian Iconography as well.; Uma acusação recorrente à arte brasileira do século XIX é que ela não se comprometeu com a especificidade da nação independente. A intenção deste texto é mostrar que os artistas participaram ativamente do processo de construção de uma cultura definida como brasileira. Também a pintura de natureza-morta partiu de modelos inspirados nas representações feitas pelos viajantes. Trata-se de mostrar, assim, não apenas as íntimas relações entre literatura e pintura no Oitocentos brasileiro, como também, e principalmente, o papel que as artes tiveram na fixação dos valores e símbolos associados à ideia de brasilidade durante o Império.

‣ Notations for a history of the painting in Latin America; Notações para uma história da pintura na América Latina

Cherem, Rosângela Miranda; Universidade do Estado de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
38.35853%
This article is constituted by three notations to an Art History in Latin America, considering the pictorial arsenal produced in the XIX century and in the first half of the XX century. This is the first enterprise that intends to sketch some senses to the image, specially considering those works in which the feminine body presents in a more explicit way some sensibilities and perceptions inherent to the plastic thought, as well as to outline a problematic about the imagistic arsenal and its approach possibilities, specially in what refers to questions related to chronology and anachronism, text and context, copy and original, proximity and distance, superficies and depth.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7976.2008v15n19p177Este artigo é constituido de três notações para uma história da arte na América Latina, considerando o arsenal pictórico produzido entre meados do século XIX e primeira metade do século XX. Trata-se de empreendimento inicial que pretende delinear alguns sentidos para a imagem, especialmente considerando aquelas obras em que o corpo feminino apresenta de modo mais explícito certas sensibilidades e percepções inerentes ao pensamento plástico, bem como esboçar uma problemática sobre o arsenal imagético e suas possibilidades de abordagen...