Página 1 dos resultados de 476 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

‣ Algumas respostas teóricas para as vicissitudes do capitalismo contemporâneo: crítica ou fetichismo?; Some theoretical answers to the contemporary capitalism' s vicissitude: criticism or fetichism?

Mello, Gustavo Moura de Cavalcanti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.695234%
Nessa dissertação analiso, à luz de conceitos marxianos, as noções de trabalho imaterial - tal qual exposto por Antonio Negri e André Gorz, sobretudo - e de pós-grande indústria - desenvolvido por Ruy Fausto, Eleutério Prado e Leda Paulani -, as quais estão no cerne da interpretação desses autores acerca da atual fase do desenvolvimento do modo de produção capitalista. Com isso, pretendo, por um lado, apreender alguns problemas teóricos dessas tentativas de se entender a contemporaneidade com base nos conceitos de trabalho imaterial e de pós-grande indústria; e por outro, chamar a atenção para a força e a atualidade da obra de Marx e de conceitos como o de trabalho abstrato, de mais-valia relativa, de subsunção real do trabalho ao capital, de grande indústria, dentre outros.; In this dissertation I analyse, through marxian concepts, the notions of immaterial labour - as exposed by Antonio Negri and André Gorz, - and of post-great industry - developed by Ruy Fausto, Eletério Prado and Leda Paulani -, which are in the center of these authors' interpretations concerning the current phase of development of the capitalist mode of production. With this, I intend to, on the one hand, apprehend the theoretical problems of these attempts of understand the contemporary capitalism based in the concepts of immaterial labour and pos-great industry; and on the other hand...

‣ A "financeirização" no capitalismo contemporâneo: uma discussão das teorias de François Chesnais e David Harvey; The "financialization" of contemporay capitalism: a discussion of the theories of François Chesnais and David Harvey

Lapyda, Ilan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.150312%
A dissertação procura compreender o fenômeno da financeirização no âmbito do capitalismo contemporâneo. Uma série de transformações iniciadas nos anos 1970 assinalou o declínio do regime de acumulação fordista e a provável emergência de uma nova fase do capitalismo. Sua característica fundamental consiste em um movimento de financeirização, decorrente em parte de mudanças desenvolvidas na esfera financeira. Seus traços mais destacados são o aumento exponencial das transações, tanto em termos absolutos como em relação às atividades produtivas; a liberalização e desregulamentação de mercados e das atividades financeiras em todo o mundo; o surgimento de novos agentes e instituições ligados às finanças. Processo este que desembocou no aumento da importância do capital financeiro nos circuitos de valorização. O caráter recente deste fenômeno ainda não permitiu que fossem estabelecidos consensos teóricos sobre a questão. Por conta disso, a dissertação debruça-se sobre as obras de dois pensadores marxistas, François Chesnais e David Harvey, buscando estabelecer semelhanças, diferenças e, sobretudo, as complementaridades de suas contribuições. A escolha de Chesnais se impõe pelo papel destacado que o assunto ocupa em sua obra. Harvey...

‣ O imperialismo: os teóricos precursores e o debate contemporâneo; Imperialism: the theoretical precusors and the contemporary debate

Ferreira, Paulo Sergio Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
48.217734%
O objetivo deste trabalho é a discussão sobre a importância da teoria marxista do imperialismo para a compreensão do capitalismo hodierno. Para tanto, faz-se uma breve análise das principais contribuições dos autores marxistas clássicos. Posteriormente, veremos os alcances e limites da teoria clássica do imperialismo nos debates atuais relativos ao neoliberalismo, a financeirização da economia, ao papel do capital financeiro no capitalismo contemporâneo e a hegemonia norte-americana no mundo atual. Parte-se da idéia de que o imperialismo representa o elemento central na explicação do capitalismo, desde a década de 1870. Porém, podemos destacar 3 subfases no desenvolvimento do capital monopolista: primeiro, o período compreendido entre os anos de 1870 a 1913; o segundo período, compreendido entre os anos de 1920 a 1970; o terceiro período, entre o final da década de 1970 e ainda não finalizado.; The objetive of this work is discussing about the importance of the Marxs theory of Imperialism to insight of hodiern capitalism. For this purpose, it makes a brief analysis of main contributions of the classical marxists authors. After that, we see the achievements and limitations of the classical theory of Imperialism in the current discussions about the neoliberalism...

‣ Entre a arte e a educação : restituindo potências de criação

Silva, Rafael Silveira da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.695234%
A presente pesquisa propõe-se a pensar os fluxos que podem passar entre a arte e a educação, em especial os fluxos que as apartariam de suas potências de criação e os que restituiriam a elas estas potências. Ainda que a pesquisa tenha como foco a atuação do educador em exposições de arte, não poderia deixar de levantar problemas relativos ao plano de forças no qual este se insere. Para tratar dos problemas que a pesquisa fez proliferar, experienciei o método cartográfico como uma estratégia que pudesse abarcar a multiplicidade dos temas que atravessam o texto, tais como os dispositivos do capitalismo contemporâneo, o sistema da arte e seu caráter espetaculoísta, os discursos, as imagens da arte e da educação, o senso comum, entre outros, e suas implicações nas práticas artísticas e educativas atuais.; The current research proposes to consider the flows which can pass between art an education, in particular the flows that set them apart from their potencies of creation and the ones that restitute them to these potencies. Although the research has focused on the role of educator in art exhibitions, we could not fail to raise issues concerning the plan of forces in which it falls. To deal with the problems that the research did proliferate...

‣ Transformações no capitalismo contemporaneo e politicas publicas de auto-ocupação no Brasil; The transformations of contemporary capitalism and public policy of self-employment in Brazil

Marcelo Galiza Pereira de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.695234%
A questão central que dá eixo à presente dissertação refere-se ao conflito intrínseco à institucionalização do mercado como meio para se atingir um fim social, qual seja o desenvolvimento econômico com inclusão social. Para discutir esse tema, procurou-se situá-lo no movimento do capitalismo contemporâneo, ressaltando que a primazia do mercado sobre a sociedade, reforçada pela atual institucionalidade, deve ser compreendida como parte do processo de conformação de um padrão de acumulação global predominantemente financeiro e de redefinição dos Estados nacionais rumo à construção de um novo modelo de desenvolvimento econômico que, por sua vez, culminou em uma redefinição da concepção de cidadania. A partir dessa perspectiva, esta dissertação analisa, especificamente, a arquitetura dos Programas de Geração de Emprego e Renda ? Proger do Ministério do Trabalho e Emprego. O Proger, ao vincular uma política pública de caráter social, voltada para garantir acesso e difusão do crédito e de assistência aos empreendimentos dos auto-ocupados, a mecanismos institucionais submetidos à lógica privada, limitou extremamente o seu alcance social. A política de estímulo à auto-ocupação estudada, na verdade...

‣ Trabalho imaterial e produção cultural : a dialetica do capitalismo tardio; Immaterial labor and cultural production : the dialectic of the late capitalism

Silvio Cesar Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
38.311418%
Nossa pesquisa se refere a debates em teoria social contemporânea. Nesta tese procuramos mostrar e ao mesmo tempo problematizar a categoria trabalho imaterial, considerando que tal categoria está se mostrando como historicamente central para o processo de produção da riqueza capitalista e acumulação do capital ao longo, aproximadamente, dos últimos trinta anos. A hipótese do trabalho imaterial como central para o atual momento histórico está, ao mesmo tempo, ligada às transformações da cultura contemporânea, principalmente, na forma de produção cultural. Procuramos conceber este entrelaçamento como o aspecto chave de um novo estágio do capitalismo, concebido pelo conceito de capitalismo tardio. Neste sentido, investigamos alguns problemas que também dizem respeito à tradição da Escola de Frankfurt. Em nossa hipótese de investigação conhecimento e cultura são conceitos centrais para o entendimento deste novo estágio do capitalismo tardio, possibilitando-nos um novo olhar quanto aos problemas da dominação e da emancipação na sociedade contemporânea; Our research concerns debates in contemporary social theory. In this dissertation we intend to show as well as query the immaterial labor category, considering that such category has shown itself as historically central for the production process of capitalist wealth and capital accumulation in the last thirty years...

‣ A noção de capitalismo tardio na obra de Jürgen Habermas : em torno da tensão entre capitalismo e democracia; The notion of late capitalism in the work of Jürgen Habermas : around the tension between capitalism and democracy

Leonardo Jorge Da Hora Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
48.03311%
O tema da democracia constitui talvez o tema mais importante na obra do filósofo alemão Jürgen Habermas. No entanto, apesar da importância essencial de uma discussão vinculada diretamente aos seus aspectos normativos, pretendemos testar uma perspectiva complementar no estudo desta temática. Ora, é importante ressaltar que Habermas pensou a democracia não apenas a partir de suas possibilidades normativas de realização de ideais como os de autonomia e auto-determinação. Como um autêntico teórico crítico, ele também investigou as possibilidades concretas de institucionalização de formas democráticas de governo. A análise da relação tensa entre capitalismo e democracia é importante para refletir sobre os condicionamentos sistêmicos ou estruturais que o capitalismo impõe ao funcionamento dos regimes democráticos liberais. Ou seja, trata-se aqui de pensar a democracia a partir de suas possibilidades concretas de realização, o que pressupõe levar em conta os obstáculos impostos pelo capitalismo tardio. Desse modo, esta dissertação de mestrado tem como objetivo analisar as duas primeiras décadas da trajetória intelectual do filósofo alemão sob o prisma da relação entre capitalismo e democracia. Investigaremos como o tratamento dessa problemática surge a partir dos diagnósticos do capitalismo tardio produzidos pelo autor ao longo de diversas obras...

‣ O debate marxista contemporâneo sobre capitalismo e império americano; The contemporary marxist debate on capitalism and american empire

Fábio de Vasconcellos Aquino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.378838%
Ciclos Hegemônicos, imperialismo e relação dos Estados com a expansão nacional e internacional do capitalismo sempre foram temas caros à História Econômica. Partimos da hipótese de que a crise econômica iniciada em 2007 tem seus determinantes principais tanto nas contradições imanentes do capital quanto nas transformações ocorridas a partir dos anos 70 no seio da economia política capitalista, ou seja, na articulação entre política e leis imanentes do capital. O objetivo do trabalho é a análise do debate contemporâneo sobre capitalismo e imperialismo a partir de uma revisão bibliográfica marxista. Especificamente procuramos observar como o poder global americano erigido no imediato pós-guerra se renova depois dos anos 70, permanecendo até hoje por uma hegemonia expressa na sua tutela sobre a financeirização, colocada em questão pela crise atual. No primeiro capítulo passamos por uma breve etapa conceitual sobre o capital fictício e uma revisitação ao debate clássico sobre capitalismo e imperialismo. No segundo capítulo, colocamos em debate as posições de Brenner, Panitch e Gindin, Konings, Arrighi, Wallerstein, Callinicos e por fim Gowan. A leitura dos autores teve como guia a questão da causalidade da crise dos anos 1970; a dinâmica da economia política internacional...

‣ The politics of advanced capitalism

Fonte: Instituto Universitário Europeu Publicador: Instituto Universitário Europeu
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
38.268708%
This book serves as a sequel to two distinguished volumes on capitalism: Continuity and Change in Contemporary Capitalism (Cambridge, 1999) and Order and Conflict in Contemporary Capitalism (1985). Both volumes took stock of major economic challenges advanced industrial democracies faced, as well as the ways political and economic elites dealt with them. However, during the last decades, the structural environment of advanced capitalist democracies has undergone profound changes: sweeping deindustrialization, tertiarization of the employment structure, and demographic developments. This book provides a synthetic view allowing the reader to grasp the nature of these structural transformations and their consequences in terms of the politics of change, policy outputs, and outcomes. In contrast to functionalist and structuralist approaches, the book advocates and contributes to a “return of electoral and coalitional politics” to political economy research.; -- 1. Introduction: the politics of advanced capitalism Pablo Beramendi, Silja Häusermann, Herbert Kitschelt and Hanspeter Kriesi -- Part I. Structural Transformations: -- 2. Prosperity and the evolving structure of advanced economies Carles Boix -- 3. The origins of dualism David Rueda...

‣ Marx, Keynes e Minsky: a supremacia das finanças no capitalismo contemporâneo

Camargo, Leonardo de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
48.217734%
Nas últimas três décadas do século XX e na primeira deste, as forças internas do sistema capitalista se alteraram de um tal modo, que denotam ter surgido um novo tipo de capitalismo que atualmente vigora. É um capitalismo de tipo financeiro – tendo a globalização das altas finanças como sua expressão máxima. Este novo arranjo societário é caracterizado por uma instabilidade crônica que acarreta inúmeros problemas em escala global. Dentre os quais, destaca-se a supremacia da esfera financeira sobre a produtiva. Tal supremacia é uma componente desestabilizadora do investimento, do financiamento das atividades produtivas, do emprego e da renda. Além do mais, desarticulou os Estados Nacionais e sua capacidade de intervenção visando dar disciplina e ordem ao sistema. Os Estados Nacionais também foram afetados na sua condição de criarem e efetivamente implementarem políticas objetivando o pleno emprego e a melhor geração e distribuição da renda e da riqueza. A partir de meados do século passado, forças histórico-estruturais surgiram e se ampliaram no capitalismo contemporâneo. Uma tal junção do estrutural com o histórico tornou possível à supremacia das finanças, principalmente por intermédio de sua vertente maior: a globalização financeira (Capítulo I). O esforço desta Dissertação está centrado no argumento de que a supremacia das finanças é uma característica inerente ao próprio modo de funcionamento do capitalismo e que...

‣ Símbolo e signo: o dinheiro no capitalismo contemporâneo

PAULANI, Leda Maria; MÜLLER, Leonardo André Paes
Fonte: Instituto de Pesquisas Econômicas da FEA-USP Publicador: Instituto de Pesquisas Econômicas da FEA-USP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
48.08027%
O presente texto busca refletir sobre a natureza do dinheiro no capitalismo contemporâneo, debruçandose particularmente sobre o fato de que, atualmente, não só no plano nacional, mas também no mundial, o objeto que corporifica o dinheiro é inconversível, ou seja, não tem lastro, nem nenhuma relação, por remota que seja, com uma mercadoria de verdade. O enfoque teórico é aquele oferecido pela teoria de Marx, paradigma esse que é tratado a partir de uma leitura hegeliana. Partimos da diferença entre símbolo e signo, para mostrar de que maneira Marx, movendo-se no arcabouço hegeliano, pôde construir uma linguagem das mercadorias, onde o dinheiro - e a autonomia que ele detém ante as coisas que representa - tem papel de destaque, associando, finalmente, essa construção teórica com a natureza do dinheiro no capitalismo contemporâneo.; This paper aims to reflect about money in contemporary capitalism, particularly about the question related to the fact that, nowadays, even in the world level, the thing that embodies money (the American dollar) is inconvertible, i.e., doesn't have ballast, doesn't have any relationship, even remote, with a true commodity. The theoretical approach is that offered by Marxian monetary theory...

‣ Economia desregrada : Marx, Keynes e Polanyi e a riqueza no capitalismo contemporaneo

Jose Rubens Damas Garlipp
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2001 Português
Relevância na Pesquisa
48.528955%
Em um esforço para apanhar o substrato do capitalismo contemporâneo, esta tese busca identificar as formas como o desaparecimento das regras e das fronteiras deixa o capital entregue às suas próprias leis de movimento. Nesse sentido, propõe que um quadro aproximativo do capitalismo contemporâneo pode ser desenhado por meio do conceito de economia desregrada (INTRODUÇÃO). O argumento explorado é o de que a construção de circuitos internacionais produtivos e, principalmente, financeiros de valorização do capital responde pelo desmantelamento do ?padrão? global de desenvolvimento herdado do pós-guerra. Assim é que a financeirização da riqueza, exponenciada pelas inovações dos instrumentos financeiros e desregulação dos mercados que caracterizam as políticas econômicas ocidentais das últimas décadas, ao tempo em que preside a lógica de valorização do capital, não faz mais que tornar claro o objetivo precípuo do capitalismo: a expansão da riqueza abstrata. Esta característica central e distintiva do capitalismo é, sob perspectivas teóricas distintas, sublinhada por Marx, Keynes e Polanyi, autores que analisam os fundamentos da riqueza capitalista e recusam a advocacia clássica acerca da capacidade de auto-regulação do mercado. Por conta disso...

‣ A diaspora do capital imobiliario, sua dinamica de valorização e a cidade no capitalismo contemporaneo : a irracionalidade em processo; The diaspora of the real estate capital, dynamics of valorization and the city in the contemporary capitalism : the irrationality in process

Claudio Cesar de Paiva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.85634%
A problemática fundamental da tese é compreender, a partir de incursões teóricas e empíricas, a estreita imbricação entre o capital financeiro e o capital imobiliário, que procuram interagir de maneira sistêmica para potencializar a acumulação de capital. Desta maneira, será possível realizar uma reflexão teórica não somente acerca das articulações e conflitos existentes entre os agentes que participam do processo de apropriação do espaço urbano, mas, sobretudo, compreender a força do capital financeiro imobiliário no capitalismo contemporâneo. Não obstante, procura-se enfatizar em diversos momentos do trabalho que não se trata de uma relação recente entre essas duas frações do capital, mas de uma relação que adquire contornos diferenciados no capitalismo contemporâneo, onde o padrão de acumulação está baseado predominantemente na financeirização. Num contexto em que o setor imobiliário emerge como alvo privilegiado do investimento realizado por grandes investidores institucionais e por instituições financeiras bancárias e não-bancárias, o capital financeiro imobiliário surge como resultado de uma busca incessante para 'revolucionar' as formas de acumulação de capital, decorrentes da exploração de ativos imobiliários. Para tanto...

‣ Flexible college student: the management of talents in the contemporary capitalism; Universitários flexíveis: a gestão dos talentos no capitalismo contemporâneo

Silva, Roberto Rafael Dias da; Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) – Campus de Erechim, Rio Grande do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; "Avaliados por pares"; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 05/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.85634%
This article examines strategies for building some of the subjects in the contemporary university, seeking to understand the ways in which their talents are produced and administered in the framework of the new capitalism. In the study supplement Vestibular ZH is examined. It is published by Zero Hora (Brazil), addressed to students in the preparatory process to enter the university. This research work approaches the theoretical studies by the philosopher Michel Foucault, especially those focusing on the concept of governamentality. In the limit, it indicates that the supplement analyzed is plenty of tactics and strategies that tend to construct a university-level beings who are economically productive, and able to manage their personal and professional life in a businesslike logic.; O presente artigo examina algumas estratégias de constituição dos sujeitos universitários na contemporaneidade, procurando compreender os modos pelos quais seus talentos são produzidos e administrados nas tramas do novo capitalismo. Parte-se de uma pesquisa que analisou o Caderno Vestibular/ZH, suplemento publicado pelo jornal Zero Hora (RS), endereçado aos estudantes em processo preparatório para ingresso na universidade. Tal pesquisa aproxima-se teoricamente dos estudos do filósofo Michel Foucault...

‣ Símbolo e signo: o dinheiro no capitalismo contemporâneo

Paulani, Leda Maria; Müller, Leonardo André Paes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
48.08027%
This paper aims to reflect about money in contemporary capitalism, particularly about the question related to the fact that, nowadays, even in the world level, the thing that embodies money (the American dollar) is inconvertible, i.e., doesn't have ballast, doesn't have any relationship, even remote, with a true commodity. The theoretical approach is that offered by Marxian monetary theory, paradigm that is read in a Hegelian way. We depart from the difference between symbol and sign to show how Marx, moving within the Hegelian framework, could construct a commodities language, in which money - and the autonomy it has in face of the things it represents - has a detached role. Finally we indicate the relation we see between this theoretical construct and the nature of money in contemporary capitalism.; O presente texto busca refletir sobre a natureza do dinheiro no capitalismo contemporâneo, debruçandose particularmente sobre o fato de que, atualmente, não só no plano nacional, mas também no mundial, o objeto que corporifica o dinheiro é inconversível, ou seja, não tem lastro, nem nenhuma relação, por remota que seja, com uma mercadoria de verdade. O enfoque teórico é aquele oferecido pela teoria de Marx, paradigma esse que é tratado a partir de uma leitura hegeliana. Partimos da diferença entre símbolo e signo...

‣ Retomar a crítica interna do capitalismo? Revisitando a análise das crises em Problemas de legitimação no capitalismo tardio de Habermas; Bringing back the internal critique of capitalism? Revisiting the analysis of crises in Habermas' Legitimation problems in late capitalism

Pereira, Leonardo Jorge Da Hora
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
47.961143%
O trabalho de Jürgen Habermas se notabilizou por seus estudos sobre temas como a esfera pública, a ética do discurso e a ação comunicativa. No entanto, diante da atual crise do capitalismo, talvez seja produtivo revisitar um momento de sua experiência intelectual que foi, em certo sentido, relegado ao segundo plano. Trata-se dos teoremas de crise do capitalismo tardio elaborados em Problemas de legitimação no capitalismo tardio (1973). Tendo em vista que a teoria crítica parece estar hoje diante do desafio de trazer de volta para o centro de sua produção uma reflexão sobre os desequilíbrios e eventuais limites internos do capitalismo, argumentarei nesse artigo que o tipo de análise que Habermas empreende nesta obra pode nos oferecer elementos para a elaboração de diagnósticos do capitalismo contemporâneo.  ; The work of Jürgen Habermas became famous for his studies on topics such as public sphere, discourse ethics and communicative action. However, given the current crisis of capitalism, it may be productive to revisit a moment of his intellectual experience that was, in a sense, relegated to the background: the crisis theorems of late capitalism, discussed by him in Legitimation Crisis (1973). In this article...

‣ Inequality and space in contemporary capitalism: a question of territorial (in)justice?; Desigualdade e espaço no capitalismo contemporâneo: uma questão de (in)justiça territorial?

Madeira, Paulo Miguel; Vale, Mário
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/11/2015 Português
Relevância na Pesquisa
48.056963%
A ideia de territórios (in)justos e o conceito de justiça espacial podem ser perspetivados a várias escalas. Neste texto, discute-se a génese da ideia de justiça territorial e a sua aplicação à escala regional, à luz também das ideias subjacentes às políticas de coesão da UE, incluindo a de coesão territorial. Como exemplo de (in)justiça territorial, são apresentadas sumariamente as dinâmicas socioeconómicas nas regiões da UE na fase mais intensa da globalização neoliberal contemporânea. Finalmente, discute-se a relação fundamental entre capitalismo, direito à cidade e justiça territorial, com relação às principais variedades do capitalismo e as suas variações nacionais e sua repercussão no desempenho económico e social das regiões.; The idea of unjust territories and the spatial justice concept can be envisaged at different scales. In this paper, we discuss the origins of the territorial justice idea and its implementation at the regional level, in the light also of the ideas behind the EU cohesion policies, including the territorial cohesion policy. As an example of territorial (in)justice, are briefly presented the socio-economic dynamics of EU regions in the most intense phase of contemporary neoliberal globalization. Finally...

‣ O controle da pobreza operado através do sistema penal; Poverty Control and the Penal System

Kilduff, Fernanda; UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa teórica; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.695234%
http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802010000200011Com o objetivo de refletir sobre criminalização/penalização, este artigo analisa a virada neoconservadora em relação à política criminal, como mais uma expressão do conjunto de mudanças operadas no marco do capitalismo contemporâneo. Em um contexto caraterizado pelo retrocesso das políticas sociais, discute a expansão do sistema penal como estratégia privilegiada pelos Estados capitalistas para conter e administrar em forma criminalizadora as crescentes e cada vez mais complexas manifestações da “questão social 1” atreladas a uma situação objetiva de desemprego maciço e estrutural. Para finalizar o debate, apresenta elementos tanto para refletir sobre a função histórica do direito penal burguês quanto para analisar seu papel fundamental na atual estratégia imperialista.; To reflect on the criminalization and penalization of poverty, this article analyzes the neoconservative turn in criminal policy, as an expression of recent changes under contemporary capitalism. In a context characterized by a regression in social policies, the paper discusses the expansion of the penal system as a strategy used by capitalist States to contain and administer in a criminalizing form the growing and increasingly complex manifestations of the “social question” linked to an objective situation of massive and structural unemployment. To conclude the debate...

‣ Contemporary capitalism and social policy; Capitalismo contemporâneo e política social

Demo, Pedro; UnB - Brasília - DF
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
57.91916%
  This article seeks to analyze the extreme difficulty of adapting social policy to the current form of capitalism. It aims to stimulate a broad discussion about what can be done in the sphere of social policy, beyond compensatory and marginal programs. It is based on the idea that capitulation does not make sense, because it is a position typical of one who studies, but does not suffer from poverty. It also highlights the formidable barriers to attempts at redistributive and emancipatory social policy. It maintains that some Marxist concepts are essential for an understanding of the current capitalist situation, such as surplus value in relation to the abstract character of commodities.;   Neste texto procura-se fundamentar a dificuldade extrema de compatibilizar política social com o atual capitalismo, numa abordagem ampla destinada a fomentar a discussão em torno do que poderia ser feito na esfera da política social, mas que não seja apenas compensatório e residual. Parte-se da idéia de que capitular não faz sentido, porque seria uma postura típica de quem estuda, não sofre pobreza, mas, no outro lado, cabe vislumbrar os empecilhos formidáveis que atalham as tentativas de política social redistributiva e emancipatória. Em grande parte...

‣ Sociedade da informação e inclusão digital: uma análise crítica | Information society and digital inclusion: a critical analysis

Mattos, Fernando Augusto Mansor de; PUC Campinas; Dias Rocchetti Santos, Bruna Daniela; PUC Campinas
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
47.695234%
Resumo O presente texto faz uma leitura crítica da dinâmica da inclusão e da exclusão digital no contexto brasileiro e de suas implicações socioeconômicas, bem como demonstra algumas das falhas de interpretação calcadas em certo determinismo tecnológico e de uma visão exacerbadamente otimista acerca do papel das chamadas novas Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) no Capitalismo Contemporâneo. Além disso, pretende-se abordar a relação entre a exclusão social, a exclusão digital e o fenômeno da globalização, além de apontar a relevância dos fatores qualitativo e cognitivo no que se refere às políticas públicas de inclusão digital.  Palavras-chave capitalismo contemporâneo; sociedade da informação; inclusão digital; exclusão digital; globalização Abstract This paper aims to analyze the dynamics of the digital divide in the Brazilian context and its socio-economic implications, as well to as it demonstrates some of the imperfections of some studies backed up by a kind of technological determinism and of an extremely optimistic view about the Information Technologies. Moreover, it intends to interpret the relation between the social exclusion, the digital divide and the phenomenon of the economic globalization...