Página 1 dos resultados de 8694 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

‣ Criação e distribuição de riqueza pela Zona Franca de Manaus; Creation and distribution of wealth by Manaus Free Trade Zone

Bispo, Jorge de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.991064%
Este trabalho avalia os efeitos dos incentivos fiscais concedidos às indústrias instaladas na Zona Franca de Manaus na criação e distribuição de riqueza. A plataforma teórica tem como pilares as teorias sobre comércio exterior e a dos stakeholders, aliadas aos conceitos relativos às políticas de desenvolvimento econômico, às políticas de desenvolvimento industrial e aos incentivos fiscais. O modelo industrial Zona Franca de Manaus é caracterizado como Zona de Livre Comércio. Discute-se os conceitos, vantagens, desvantagens da Demonstração de Valor Adicionado (DVA) como instrumento contábil para medir a criação e distribuição de riqueza. A amostra deste estudo foi selecionada entre as indústrias instaladas na ZFM que publicam as demonstrações financeiras do banco de dados mantidos pela FIPECAFI, base para a edição Melhores e Maiores, da Revista Exame. Dentre essas empresas foram selecionadas 30 (trinta) para análise quanto à forma de contabilização dos incentivos fiscais, totalizando 150 (cento e cinquenta) demonstrações contábeis no período de 2003 a 2007. Para a análise de criação e distribuição de riqueza foram selecionadas todas as indústrias que elaboram e/ou divulgam a Demonstração de Valor Adicionado (DVA). Foram analisadas ao total 73 Demonstrações de Valor Adicionado para o período de 2003 a 2007 e comparadas a criação e a distribuição de riqueza com outros grupos de indústrias...

‣ A relação entre a riqueza criada e o desempenho econômico-financeiro das cooperativas agropecuárias brasileiras; The relationship between the value added and the financial performance of Brazilian agricultural cooperatives

Pinto, Anelise Krauspenhar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
A presente pesquisa tem como objetivo identificar a relação entre a riqueza criada e o desempenho econômico-financeiro das cooperativas agropecuárias no Brasil. As cooperativas são organizações econômicas intermediárias, que prestam serviços aos associados, satisfazendo suas necessidades econômicas particulares. O fato é que além das sobras, que pode ser uma estratégia das cooperativas a partir dos interesses dos associados, as cooperativas também prestam serviços, como assistência técnica, orientação, compra de insumos/produtos, comercialização, agregando valor e gerando riqueza aos associados. Assim, avaliar os resultados de uma cooperativa e o seu desempenho da mesma forma com que uma empresa, cuja finalidade é a maximização do lucro, é avaliada pode não ser o mais adequado. Identificou-se, então, a necessidade de buscar outra maneira que possa contribuir na mensuração dos resultados das cooperativas. A riqueza criada é uma maneira de avaliar o desempenho econômico e social de uma organização e, é evidenciada na Demonstração do Valor Adicionado. Para tanto, identificou-se a relação entre o valor adicionado produzido pela cooperativa e os índices econômico-financeiros relevantes na avaliação de desempenho das cooperativas agropecuárias...

‣ Produção, comércio e acumulação de riqueza em um município escravista mineiro: Lavras/MG (1870-1888); Production, trade and accumulation of wealth in a municipality slave: Lavras/MG (1870 - 1888)

Vieira, Eduardo José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.938838%
Esta pesquisa busca analisar a população e a riqueza do município de Lavras/MG, nos anos finais do regime escravista brasileiro, observando a estrutura da riqueza acumulada e as principais atividades produtivas da localidade. Tratou-se da riqueza da população total e, em especial, da elite local, sendo considerado como tal os processos que somaram mais de trinta contos de reis ou que possuíam mais de vinte cativos. Foram utilizados como fontes o Recenseamento Geral do Império de 1872 e os inventários post-morten disponíveis para o período. A partir dos dados do censo, buscou-se caracterizar a população lavrense acerca de indicadores como condição social, sexo, idade, condição conjugal e ocupação. De forma complementar, foram utilizados os dados dos inventários para caracterizar a população cativa de acordo com os diferentes tamanhos de escravarias. Os inventários foram utilizados também para identificar a estrutura da riqueza acumulada no município. Considerando os ativos divididos entre bens móveis, animais, escravos, imóveis rurais, imóveis urbanos, culturas e mantimentos, dívidas ativas, passivas e dinheiro e ações, foi possível identificar as principais opções de investimento da população local...

‣ Riqueza e progresso : uma introdução ao estudo dos limites da sociedade capitalista; Wealth and progress : an introduction to study of the limits of the capitalist society

Henrique Pereira Braga
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.968628%
A fim de lançar bases para a compreensão da riqueza na sociedade capitalista, em especial os limites ao gênero humano que emergem dela, a dissertação apresentada retoma os escritos de Adam Smith sobre riqueza. Em particular, o trabalho está limitado ao exame da Riqueza das Nações, obra na qual o autor dedica-se à defesa do que é riqueza na sociedade de seu tempo, esmiuçando o princípio geral que define esta riqueza e as causas fundamentais para a expansão dela. Através da recuperação deste princípio geral e das causas fundamentais para a geração e a expansão da riqueza, mostrou-se a maneira pela qual o autor apreendeu e conceituou a riqueza em sua época. Efetuada essa demonstração, o trabalho expôs a concepção de progresso, expressa na defesa de determinado comportamento humano, que emerge do modo como o autor apreendeu e conceituou a riqueza. Da demonstração da relação entre riqueza e progresso, o presente trabalho procurou problematizar o fundamento desta relação para Smith, a fim de pensar, a partir deste autor, tanto a maneira de apreender e conceituar a riqueza na sociedade capitalista quanto os limites ao progresso que podem emergir do modo como se compreende esta riqueza; In order to lay foundations for the understanding of wealth in capitalist society...

‣ Padrões de variação na riqueza de espécies em gradientes altitudinais : uma revisão multi-taxonômica

Borges, Daniella Frensel de Moraes
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.954863%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Ecologia, 2011.; Gradientes altitudinais são ambientes ideais para testar a generalidade de padrões na variação de riqueza de espécies. No presente estudo, reunimos dados da literatura sobre a distribuição de espécies de variados grupos taxonômicos ao longo desses gradientes com o objetivo de investigar o efeito da riqueza de espécies, da amplitude altitudinal, da latitude e do nível trófico associado sobre a detecção de padrões de variação na riqueza de espécies em gradientes altitudinais. Utilizamos a abordagem de seleção de modelos para detecção desses padrões. Usando o critério de Akaike, selecionamos fizemos uma seleção entre sete modelos plausíveis para a variação da riqueza de espécies com a altitude. A partir de um conjunto de 70 metacomunidades altitudinais, encontramos uma proporção semelhante de padrões de decréscimo (monotônico ou não) e de variação unimodal na riqueza de espécies. Os padrões gerais de variação na riqueza de espécies diferiram significativamente entre as classes de riqueza e nível trófico, mas não entre as classes de amplitude altitudinal e de latitude. Para o conjunto de dados selecionados...

‣ Mercado accionista, riqueza e consumo

Sousa, Ricardo M.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
As recentes flutuações dos mercados financeiros, em particular, dos mercados accionistas, fizeram renascer o interesse pelo papel que estes desempenham na dinâmica da actividade económica real, em particular, do consumo. Nesta dissertação, é revisto o conceito de riqueza e a literatura sobre as teorias explicativas do comportamento do consumo e seus desenvolvimentos recentes mais relevantes. É feita ainda referência ao fenómeno dos booms do consumo privado, identificando os seus determinantes mais comuns. A relação entre o mercado de acções e a actividade económica real, em particular, o consumo privado, é revisitada, sendo realçada a posição que vê aquele mercado como um indicador de avanço da actividade e a tese que o considera um seu determinante, por via da geração de efeitos riqueza. Utilizando dados amostrais relativos à economia norte-americana para o período 1953:Q1 – 2000:Q4, estimaram-se várias relações de longo-prazo que sugerem uma propensão marginal a consumir a riqueza líquida na forma de acções de cerca de 0.037, em linha com os resultados obtidos em investigações empíricas anteriores. O presente trabalho mostra que os efeitos riqueza associados à propriedade directa de acções são cerca de 3.5 vezes superiores aos da propriedade indirecta. Por seu turno...

‣ Efeitos riqueza da política monetária : evidência para o Reino Unido

Couto, Luís Miguel Vieira do
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.919954%
Dissertação de mestrado em Economia Monetária, Bancária e Financeira; Este trabalho procura analisar a relação empírica existente entre a política monetária e a riqueza agregada, utilizando, para isso, dados trimestrais referentes ao Reino Unido. Neste contexto, verifica-se que um choque positivo na taxa de juro provoca uma queda na riqueza agregada. Todavia, enquanto há um rápido reajustamento ao choque por parte da riqueza financeira, o ajustamento da riqueza em habitação é, por sua vez, lento. Adicionalmente, quando há um aumento da taxa de juro, assiste-se a uma fuga para a activos menos líquidos e com maior rentabilidade esperada. A investigação levada a cabo permite concluír que a independência do Banco de Inglaterra reduziu a incerteza relativa à condução da política monetária, sendo, por isso, benéfica para a actividade económica e para a riqueza das famílias. Finalmente, verifica-se que a ocorrência de crises financeiras, crashes bolsistas e períodos de instabilidade financeira condiciona, parcialmente, o impacto da taxa de juro na actividade económica. Depois de se ter em linha de conta esses episódios, o efeito de um choque positivo na taxa de juro sobre o Produto Interno Bruto e a riqueza agregada é menor.; In this work...

‣ Sobre a medição da pobreza, da riqueza e da desigualdade: evidência para Portugal segundo um índice de conforto habitacional

Lopes, Cristina da Felicidade Loureiro Fernandes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
Mestrado em Economia Portuguesa e Integração Internacional; Este estudo explora a possibilidade de estender as atuais análises convencionais de pobreza e de riqueza maioritariamente centradas em fluxos monetários. Em vez do rendimento ou da despesa propomos utilizar como proxy da riqueza um índice de conforto da habitação. Os estudos anteriores demonstram que os ativos podem ter um desempenho tão bom como o rendimento evidenciando, contudo, diferentes dimensões do bem-estar económico. Utilizamos os microdados do Inquérito às Despesas das Famílias relativos às condições de habitação e bens duráveis para desenvolver um indicador agregado. O coeficiente de Gini, o índice de Theil (Theil T) e Theil L e as medidas adaptadas de Foster, Greer e Thorbecke foram aplicados de modo a avaliar a desigualdade da distribuição e a incidência, intensidade e profundidade da pobreza e da riqueza. Finalmente, investigamos os determinantes da pobreza e da riqueza através da regressão multinominal logit. Os nossos resultados evidenciam uma distribuição aproximadamente normal, com uma correlação moderadamente elevada com o rendimento. A decomposição do índice em conforto básico e complementar demonstra que enquanto o primeiro tem uma forte influência...

‣ Abundância e riqueza de espécies de Syrphidae (Diptera) em áreas de borda e interior de floresta no Parque Estadual de Vila Velha, Ponta Grossa, Paraná, Brasil

Marinoni,Luciane; Miranda,Gil Felipe Gonçalves; Thompson,F. Christian
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.791958%
Com o objetivo de caracterizar a fauna local de insetos foram obtidas amostras semanais, de setembro/1999 a agosto/2000, utilizando-se armadilhas Malaise instaladas na borda da floresta e no seu interior. Uma análise temporal foi realizada com as espécies de Syrphidae coletadas há, aproximadamente, dezessete anos no mesmo local, dentro da floresta. A abundância e a riqueza de espécies também foram avaliadas. Tanto a riqueza quanto a abundância foram maiores na borda da floresta. Comparando-se os dados atuais com aqueles obtidos em 1986/1987, observa-se um decréscimo na abundância e também na riqueza de espécies de Syrphidae. A espécie mais abundante na borda foi Allograpta neotropica Curran, 1936 e no interior (1999/2000), Ocyptamus sativus (Curran, 1941). Os espécimens de Toxomerus Macquart, 1855 foram os mais abundantes na armadilha localizada na borda da floresta e os de Ocyptamus Macquart, 1834 no interior. Noventa e cinco espécies foram identificadas em 22 gêneros. Ocyptamus foi o gênero com maior riqueza de espécies (23). Na seqüência estão Copestylum Macquart, 1846 (15), Toxomerus (15) e Microdon Meigen, 1803 (10). Sete espécies foram comuns aos três levantamentos: Allograpta neotropica; Copestylum selectum (Curran...

‣ Distribuição e concentração da riqueza com base em inventários post mortem na presença de casos de riqueza líquida negativa

Valentin,Agnaldo; Motta,José Flávio; Costa,Iraci del Nero da
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.938838%
Analisamos a distribuição e concentração da riqueza concernente a 678 inventários de duas localidades do Vale do Ribeira paulista (Iguape e Xiririca), abertos entre 1800 e 1880. De início, distinguimos a distribuição da riqueza bruta (soma de todos os bens e haveres pertencentes ao inventariado) e da riqueza líquida (riqueza bruta, deduzidas as dívidas passivas). Este segundo padrão realoca a posição de 64% dos patrimônios, destacando-se cerca de 10% cuja riqueza líquida revelou-se negativa. Utilizando como referência a atividade econômica vinculada ao inventariado, avaliamos o impacto do uso das duas medidas na distribuição da riqueza e propusemos a utilização de um índice de Gini que possibilita a incorporação destes valores negativos.

‣ Riqueza de fungos anamorfos na serapilheira de Manilkara maxima, Parinari alvimii e Harleyodendron unifoliolatum na Mata Atlântica do Sul da Bahia

Magalhães,Dilze Maria Argôlo; Luz,Edna Dora Martins Newman; Magalhães,Albertí Ferreira; Santos Filho,Lindolfo Pereira dos; Loguercio,Leandro Lopes; Bezerra,José Luiz
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.791958%
A maioria dos fungos tem a função de decompor moléculas orgânicas complexas possibilitando o aporte de nutrientes para o solo pelo processo de ciclagem e fertilização. Este estudo objetiva analisar a riqueza, freqüência, constância e a similaridade entre os fungos decompositores da serapilheira de três plantas endêmicas da Mata Atlântica do Sul da Bahia e em três áreas. Folhas em decomposição foram coletadas no período de dezembro/2007 a junho/2008, lavadas, colocadas em câmaras-úmidas e incubadas na temperatura ambiente. Obteve-se uma riqueza total de 52 espécies e 39 gêneros. A riqueza obtida nas áreas foi: Parque Estadual Serra do Conduru-PESC (78,8%), Ecoparque (71,2%) e Reserva Capitão (61,5%). Em relação às plantas, Harleyodendron unifoliolatum Cowan apresentou uma riqueza de 75,0%, Manilkara maxima Pennington 57,7% e Parinari alvimii Prance 42,3%. Houve similaridade fúngica entre as plantas e entre as áreas. A maioria dos fungos apresentou frequência esporádica e constância acidental. Este estudo, pioneiro na Mata Atlântica do Sul da Bahia e em relação às plantas estudadas, contribui para o conhecimento dos fungos anamorfos existentes neste bioma, riquíssimo em biodiversidade.

‣ Vinculando a etnoictiologia às evidências biológicas para explicar o declínio da riqueza da ictiofauna neotropical; Converging historical fishermen knowledge and biological evidences to explain fish species loss

Rosa, Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Regional de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA; Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Regional de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA; Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.791958%
The diversity of fish species from South America has been affected by various anthropogenic practices. Some studies have reported the influence that illegal transferring or introduction of exotic species have on the trophic webs of continental lakes. The loss of diversity on fish populations and consequent impacts on fishery are commonly evidenced in these cases. The Brazilian Northeast has ponds for which exotic Amazonian species were transferred as Extremoz Lake. These environments serve as study models for comparison and investigation about the possible impacts of these introductions. We tested the hypothesis that loss of species that this trend can be related with the insertion of the genus Cichla, commonly documented as top predator in its endemic environment. Possible structural causes that interfere in other processes such as migration were also investigated. Thus, the local ecological knowledge of fishermen and a current ecotrophic model were used. We took samples of phytoplankton, zooplankton and fishes during two annual cycles. Concurrently, we made interviews with the fishing community. In fact, there are relations between the loss of fish and the insertion of peacock bass in Extremoz Lake. However, Cichla kelberi was not indicated as primary factor to explain fish species decline. The construction of bridges located in the Rio Doce was main factor for respondents and what explains loss of species. The migration of saltwater fish and / or from the river to Extremoz Lake is hindered by the unsuitability of the crossing-streams that are under these structures. According to the ecotrophic model Hoplias malabaricus was considered key-species and Cichla kelberi top predator. This last trend was similarly noticed in the stomach and local ecological knowledge of fishermen analysis. Overfishing simulations to Cichla kelberi resulted that only raising its captures in 200%...

‣ Estimación de la riqueza total de especies en una zona quemada un año después del fuego mediante QUICKBIRD

Viedma, Olga; Torres, Iván; Moreno, José Manuel
Fonte: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.869868%
Un año después del fuego, las zonas quemadas aparecen dominadas principalmente por herbáceas, y las especies leñosas actúan como fuentes de heterogeneidad espacial. Aunque hay un fuerte contraste en la riqueza de especies de plantas entre los espacios abiertos dominados por herbáceas (más ricos) y los dominados por leñosas (más pobres); la riqueza de especies es más alta en un nivel intermedio de cobertura donde se produce una competencia moderada. En este trabajo estamos interesados en evaluar el papel de la cubierta vegetal y la heterogeneidad espacial, medida por una imagen QuickBird, en los patrones de riqueza total de especies de una zona quemada a diferentes escalas locales. El área de estudio se encuentra en el Centro-Oeste de España (Anchuras, Ciudad Real), y se vio afectada por un gran incendio en agosto de 2002. Los datos sobre la riqueza de especies se registraron un año después del fuego en cuadrantes anidados de 1, 25 y 100 m2 sobre dos parcelas de 90x180 m, con una composición vegetal y unas condiciones ambientales similares. El total de la riqueza de especies se modeló mediante árboles de regresión (Regression Tree Analysis: RTA). Los principales resultados indicaron que las áreas con bajo contraste espectral y alta reflectividad (tanto en la región del Visible como en el Infrarrojo cercano)...

‣ La influencia de la riqueza financiera sobre el consumo privado : análisis de la experiencia española durante la “Gran Recesión”

Blanco Losada, Manuel A.; Frutos Vivar, Rafael; López Díaz-Delgado, Elena; Martínez Vicente, Silvio
Fonte: Universidad de Alcalá. Instituto Universitario de Análisis Económico y Social Publicador: Universidad de Alcalá. Instituto Universitario de Análisis Económico y Social
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.791958%
En línea con la teoría dominante del consumo agregado, los estudios llevados a cabo en España sobre el comportamiento del consumo privado han confirmado el papel determinante de la renta real disponible y la riqueza real en la explicación de la evolución de este componente fundamental de la demanda global. Sin embargo, un análisis de las fluctuaciones que ha registrado el consumo privado en nuestro país durante la llamada Gran Recesión, si bien ratifica la relevancia explicativa de las variables señaladas, pone también de relieve que la riqueza total no parece el complemento idóneo para explicar las fluctuaciones recientes de esta variable. En contraste con los resultados de los últimos modelos del Banco de España, y en consonancia con los obtenidos por otros autores, nuestro análisis confirma, en efecto, que, junto con la renta real disponible, la evolución de la riqueza financiera resulta decisiva para explicar la evolución del consumo privado en España durante la última crisis, lo cual revaloriza el papel de las teorías que otorgan a las magnitudes financieras una influencia determinante en la generación de las fluctuaciones económicas. Esta conclusión es relevante para la política económica española, ya que la mejora que está experimentando la riqueza financiera en España...

‣ Concentração acionária e risco de expropriação de riqueza dos credores no Brasil: um estudo com as empresas listadas na BOVESPA; Ownership concentration and risk of expropriation of creditors\' wealth: a study with companies listed on the BOVESPA

Martin, Ranieri Avila
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.897366%
A pesquisa procurou levantar a relação entre concentração acionária e risco de expropriação de riqueza dos credores no Brasil. O universo amostral compreendeu as empresas de capital aberto listadas na Bovespa no período de 1997 a 2011. Foram traçados dois objetivos na pesquisa: (i) verificar se empresas com a presença de controle acionário definido apresentam maior percepção de risco de expropriação de riqueza dos credores do que aquelas que não apresentam concentração acionária; e (ii) verificar entre as empresas com a presença de controle acionário definido se maior participação no controle gera maior percepção de risco de expropriação de riqueza de terceiros. O suporte teórico do trabalho se deu em estudos sobre estrutura de capital, controle de capital, mercado de crédito e custo de capital de terceiros no Brasil. As variáveis estudadas foram o percentual de ações ON pelos principais acionistas e o custo da dívida medido pelo Ki. Os procedimentos estatísticos se deram pelos testes não paramétricos U de Man-Whitney e Kruskal-Wallis com comparações múltiplas entre grupos. A primeira resposta apresentou indícios, com significância estatística de 5%, que empresas com controle acionário definido tendem a apresentar maior risco de expropriação de riqueza de terceiros do que as demais. Entretanto...

‣ Demonstração contábil do valor adicionado - DVA : um instrumento de mensuração da distribuição da riqueza das empresas para os funcionários ; Statement of Value Added - SVA : a measurement instruments for the distribution of the companies' wealth to the employees

Cunha, Jacqueline Veneroso Alves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.869868%
A contabilidade, como veículo de informação, tem como um de seus grandes desafios colocar, à disposição de seus usuários, informações que retratem as relações das empresas com a sociedade. O Balanço Social, no todo, e a Demonstração do Valor Adicionado – DVA - como uma de suas vertentes, se apresentam como os instrumentos capazes de evidenciar tanto os aspectos econômicos, quanto os sociais, inovando o enfoque utilizado até então, e se constituindo nos mais ricos demonstrativos para aferição dessas relações. Entretanto, nenhum deles, apesar do poder informativo que possuem, vem sendo utilizado da forma esperada. Desmistificando o que vem sendo propagado, a realidade é que a utilização do Balanço Social e da DVA está muito aquém do desejado, seja no Brasil ou em âmbito internacional. Dessa forma, o principal objetivo deste estudo foi a realização de uma pesquisa junto a 198 empresas, retiradas do cadastro mantido pela FIPECAFI para edição anual de Melhores e Maiores da Revista Exame. Nessa pesquisa procurou-se avaliar o poder de aferição representado pela DVA, no que concerne a informações sobre a formação de riqueza pelas empresas e sua distribuição aos agentes econômicos que ajudaram a criá-la...

‣ Fortunas em movimento : um estudo sobre as transformações na riqueza pessoal em Juiz de Fora / 1870-1914

Rita de Cassia da Silva Almico
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.791958%
O nosso trabalho tem como principal objetivo entender as transformações ocorridas com a riqueza pessoal em Juiz de Fora, no final do século XIX e início do XX, mais precisamente, no período que vai de 1870 até 1914. Entendemos que após a abolição da escravidão no Brasil, com a modernização e a riqueza geradas principalmente pelo café, a sociedade também sofreria transformações, as mais variadas. Trabalhamos com uma pequena mas significativa parcela da população, formada por indivíduos que, pertencendo a um determinado grupo social detentor de maior parte da riqueza, serviriam de mostra do comportamento dessa sociedade quanto à composição da riqueza desse grupo de particulares. Se antes do processo de abolição atingir seu fim o escravo era o principal ativo, ou melhor, o mais significativo, entre as opções de bens que existiam naquele momento, seguido de café e dívidas ativas, esse quadro sofreria algumas modificações no período posterior ao final da utilização da mão-de-obra escrava no Brasil, resultado dessa série de mudanças estruturais que ocorriam no país nesse momento Résumé: L' objectif principal de ce travail est comprendre les transformations qui se sont passées avec Ia richesse personnelle à Juiz de Fora à Ia fin du XIX siecle et debut du XX...

‣ Similaridade e riqueza de comunidades de aves em unidades de conserva????o e parques de uso m??ltiplo no Distrito Federal

Mendon??a, J??rio Saraiva Furtado de; Dias, Raphael Igor da Silva Corr??a
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
O Cerrado vem sendo impactado pelo r??pido crescimento da ocupa????o humana, o que ocasiona a fragmenta????o dos habitats presentes no mesmo. Para avaliar a avifauna que ocorre nos fragmentos de Cerrado dentro dos limites do Distrito Federal, sete ??reas foram selecionadas, das quais foram analisadas a riqueza e a similaridade de comunidades de aves. Foi avaliado se a riqueza ?? influenciada pelo tamanho da ??rea, dist??ncia at?? a ??rea mais pr??xima e o n??vel de prote????o. Nesse trabalho, foram avaliadas comparativamente tr??s Unidades de Prote????o Integral e duas de Prote????o Parcial, al??m de dois Parques de Uso M??ltiplo. No total foram registradas 431 esp??cies de aves, representando mais da metade da riqueza de esp??cies para o bioma Cerrado. A an??lise de similaridade mostrou que existe uniformidade nas esp??cies de aves em fragmentos protegidos assim como fragmentos sem prote????o tamb??m apresentaram similaridade na composi????o das aves. O modelo linear generalizado demonstrou que todas as vari??veis analisadas apresentaram influ??ncia significativa na riqueza de aves. Dentre as vari??veis analisadas, foi poss??vel observar maior influ??ncia do n??vel de prote????o na riqueza de esp??cies observadas. Esse trabalho mostra a import??ncia da conserva????o dos diferentes fragmentos protegidos ou n??o...

‣ A construção de uma linha de riqueza a partir da linha de pobreza; Texto para Discussão (TD) 812: A construção de uma linha de riqueza a partir da linha de pobreza; The construction of a line of wealth from the poverty line

Medeiros, Marcelo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
Propõe-se uma metodologia relativamente simples para a construção de linhas de riqueza que depende do conhecimento da distribuição de renda na sociedade e do valor de uma linha de pobreza. Buscando sua justificativa no argumento de que a pobreza em uma sociedade é moralmente inaceitável, a linha de riqueza é estabelecida a partir de critérios distributivos e define-se como a linha que delimita a riqueza acumulada necessária para a eliminação da pobreza usando-se para isso apenas a redução da desigualdade de renda. Com os dados de uma pesquisa domiciliar de 1999, é realizada uma estimativa de linhas de riqueza para o Brasil e os resultados são comparados.; 15 p. : il.

‣ Relación entre la heterogeneidad del paisaje y la riqueza de especies de flora en cuencas costeras del estado de Veracruz, México

Priego Santander,Ángel; Moreno Casasola,Patricia; Palacio Prieto,José Luis; López Portillo,Jorge; Geissert Kientz,Daniel
Fonte: Instituto de Geografía, UNAM Publicador: Instituto de Geografía, UNAM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.835664%
La heterogeneidad del paisaje varía en el espacio dependiendo de la proporción entre polígonos y unidades tipológicas. La alta variabilidad del espacio geográfico le confiere una elevada connotación ecológica, lo cual sugiere una estrecha relación con la distribución de la biodiversidad. El objetivo de este estudio es conocer si se puede predecir la riqueza de especies a través de indicadores de variabilidad espacial. Para esclarecer esto, se exploró la relación entre heterogeneidad del paisaje y la riqueza de flora, en tres cuencas costeras del estado de Veracruz. La riqueza, dominancia, abundancia y diversidad de los paisajes resultaron variables explicativas de la riqueza de especies. Los modelos obtenidos explican más de 75% de la relación. Estos resultados indican que la riqueza de especies de flora puede ser pronosticada por valores de heterogeneidad del paisaje. Se sugiere explorar la probable existencia de zonas de elevada biodiversidad en áreas de difícil acceso o poco conocidas, con el uso de sensores remotos.