Página 1 dos resultados de 733 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

‣ Recuperação pós-crise e desempenho macroeconómico de longo-prazo : o papel do sistema bancário na Zona Euro

Ferreira, Liliana Gomes
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.093066%
A recente crise financeira veio expor a existência de vulnerabilidades no sistema bancário europeu, provocadas essencialmente pela desregulação dos mercados financeiros que caracterizaram as últimas décadas. Consequentemente, o crédito bancário ao setor privado, que constituí uma das principais fontes de financiamento das empresas, caiu substancialmente. Esta queda traduz-se numa forte contração da atividade das empresas, nomeadamente do investimento, fragilizando as perspetivas de recuperação e de crescimento económico na Zona Euro. Todavia, um aumento do crédito sem uma adequada regulação do sistema bancário pode conduzir a instabilidade no mesmo e eventuais crises, como custos importantes em termos de produto. As restrições acrescidas impostas ao setor bancário da Zona Euro pelos Acordos de Basileia III poderão dificultar a recuperação da recessão económica atualmente vivida, uma vez que os requisitos mínimos de capital mais elevados penalizam a dinâmica de crédito. No entanto, promovem a estabilidade financeira ao reduzirem a probabilidade das crises bancárias. Face a este enquadramento, com o objetivo de analisar as potenciais consequências da evolução recente do crédito bancário na Zona Euro...

‣ Os bancos nacionais face à internacionalização do sistema bancário brasileiro

Corazza, Gentil; Oliveira, Reci de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.95214%
Este texto analisa as transformações estruturais ocorridas no sistema bancário brasileiro, nas últimas décadas e, de modo especial, a reação dos bancos nacionais face ao processo de internacionalização pelo qual passou o sistema bancário brasileiro, a partir do início da década de 1990. Visando atingir esses objetivos, o texto se estrutura da seguinte forma: introdução, retrospectiva histórica relativa ao ingresso de bancos estrangeiros, a crise e as mudanças do sistema bancário nacional, nos anos 1990, o processo de internacionalização bancária, no período recente, e a reação dos bancos nacionais face ao ingresso de bancos estrangeiros.; This paper aims to analyze the causes of internationalization and reform of Brazilian bank system, after Real Plan, in 1994. The emphasis of the paper is to discuss the impact of the internationalization process over bank competition, banking services, the Brazilian banks structure and specially the reaction of national bank against the internationalization process.

‣ A influência das regulamentações governamentais sobre o sistema bancário brasileiro após a implementação do Plano Real

Koerich, Maria Cristina Reichardt Munhoz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 53 f.
Português
Relevância na Pesquisa
68.24198%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho propõem-se a identificar as principais mudanças ocorridas na estrutura do sistema bancário brasileiro após a implementação do Plano Real. Em 1808, quando foi decretada a abertura do Brasil ao comércio exterior não existiam instituições monetárias no país e não havia nada que pudesse chamar-se papel moeda. A partir de então, é possível verificar a existência de quatro fases distintas no sistema financeiro brasileiro. A primeira vai do fim do período colonial até os primeiros anos da República, a segunda abrange o período das guerras e da Grande Depressão, a terceira tem início em 1945, encerrando-se com as reformas institucionais de 1964/65, e a quarta inicia-se com as reformas e estende-se até os dias atuais. No biênio 64/65 foram promulgadas três leis que causaram profundas reformas institucionais no Sistema Financeiro Nacional, nesse período foi criado o Banco Central e o Conselho Monetário Nacional. A década de 70 foi marcada por grande concentração no sistema financeiro do país, o que ocorreu através de fusões e aquisições. Em 1988, com a edição da Resolução 1524, de 21/09/1988...

‣ As novas tecnologias introduzidas no sistema bancário brasileiro após Plano Real

Monteiro, Gabriela Osvaldina
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 74 f.
Português
Relevância na Pesquisa
57.95214%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; No cenário dinâmico da globalização, as empresas necessitam de uma postura estratégica ativa e diferenciada, voltada para o aprimoramento de sua eficiência econômica. Neste contexto de globalização das economias, as empresas são pressionadas a induzirem inovações tecnológicas capazes de servir de mola propulsora para seu desenvolvimento em direção ao aumento de fortalecimento de sua vantagem competitiva. É diante desse contexto dinâmico de inovações e mudanças rápidas que o presente trabalho busca examinar os principais impactos decorrentes das novas tecnologias que foram introduzidas no sistema bancário brasileiro após o plano real. Para esse fim, adotou-se um procedimento metodológico voltado para compreender as principais mudanças ocorridas nos bancos brasileiros, através da pesquisa bibliográfica na leitura correspondente geral e consultas feitas em bancos de dados das principais instituições financeiras do sistema financeiro nacional (bancos comerciais), como também das instituições reguladoras deste sistema, como FEBRABAN e BCB. Os resultados encontrados no desenvolvimento deste trabalho é que a opção feita pelos bancos comerciais brasileiros em adotar tecnologias dirigidas para a eficiência permitiu ao Sistema Bancário Nacional...

‣ O Sistema Bancário Nacional Brasileiro e as Influências da Crise Financeira Mundial de 2008

Martins, Claudemir
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 74 f.
Português
Relevância na Pesquisa
68.124785%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Os sistemas financeiros vêm se evoluindo ao longo do tempo, e com essa evolução, novos produtos financeiros vão aparecendo. Por ser um sistema que necessita ser regulado, com a evolução, novas formas de regulamentação também são necessárias. Fruto dessa preocupação os acordos da Basiléia vieram para que uma regulação mais efetiva fosse imposta, inserindo os princípios de supervisão bancária e um sistema para mensuração e padronização dos requerimentos mínimos de capital_ A crise americana de 2008 veio para fortalecer afirmativa de que uma boa regulação é necessária, já que nos EUA a regulação não estava se dando de forma efetiva, principalmente quanto as operações fora do balanço. 0 presente trabalho tem como objetivo analisar a crise tendo como ponto de vista o sistema bancário brasileiro, procurando saber se ela afetou este mesmo sistema, que ao aderir aos acordos da Basiléia se encontrava fortemente regulado, até mais que em relação a outros países. O método de analise do trabalho é baseado na avaliação histórica documental, escritural e estatística da formação e regulamentação do sistema bancário brasileiro. Analisa-se também...

‣ O Sistema Bancário Português: Eficiência e outras propostas de valor

Silva, Catarina Pita de Vasconcelos Coelho da
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
67.9327%
Mestrado em Ciências Económicas; O Sistema Bancário Português (SBP) tem evoluído ao longo dos últimos vinte anos, não só ao nível do desempenho financeiro e do número de instituições bancárias que o compõe, como ao nível, dos objectivos económicos que pautam os gestores destas empresas. O aumento da concorrência e a globalização estão na base da procura de melhores práticas de mercado e na crescente procura da produtividade e da eficiência das instituições. A utilização do método paramétrico, Stochastic Frontier Analysis (SFA), permitiu estudar a eficiência de vinte e quatro Instituições Financeiras (IF), que operaram em Portugal entre 2000 e 2008. Assume-se como premissa que a eficiência do SBP é dada por factores empresariais, nomeadamente pelo Resultado Líquido das Instituições e não se adopta a Teoria da Intermediação dos Mercados Financeiros. Conclui-se que o total do activo, os recursos captados, o crédito concedido e rácio custos sobre o produto bancário (ou, cost to income), permitem explicar a eficiência técnica do SBP, com nível de significância de 95%. A eficiência técnica ronda os 70%, aumentando apenas quando introduzido o efeito conjunto entre o total do activo e o volume de crédito concedido...

‣ Sistema bancário de Cabo Verde : concentração e eficiência

Tavares, Alberto Moreno
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.72768%
Mestrado em Finanças; Com este estudo pretende-se saber como tem evoluído a concentração e a eficiência nos últimos anos (2004-2010) no sector bancário de Cabo Verde. Para o efeito, recorreu-se ao Herfindahl-Hirschman Index (HHI) para estimar a concentração e à metodologia Data Envelopment Analysis (DEA) para estimar à evolução na eficiência técnica, eficiência técnica pura e eficiência de escala. Como complemento efectuamos uma análise de alguns dos principais rácios financeiros a nível de produtividade, eficiência e rendibilidade de forma a fazer uma pequena comparação com os outputs da metodologia DEA. Os dados foram obtidos e calculados a partir dos relatórios e contas consolidadas referentes aos bancos no período em análise. Os resultados obtidos com o HHI permitiram identificar, que o mercado é ainda bastante concentrado, apesar de existirem claras evidências da diminuição do grau de concentração ao longo do período analisado. Da mesma forma no que respeita à evolução na eficiência, os resultados encontrados com a metodologia DEA apontam para uma evolução positiva relativamente á eficiência, em linha com as tendências observadas nas variáveis de produtividade e rendibilidade. Em conclusão...

‣ O Sistema bancário e o seu papel na economia portuguesa entre 2004 a 2012

Bento, Ana Rita Castiço Pedroso Régio
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
68.05265%
Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Economia Monetária e Financeira; O objetivo deste trabalho é analisar a evolução do sistema bancário português, assim como o seu papel na economia portuguesa ao longo dos últimos anos, destacando o impacto que a crise do subprime teve sobre as taxas de juro do crédito habitação e ao consumo, dos principais bancos portugueses. Procura-se analisar também, a forma como o setor bancário foi afetado, assim como as empresas e as famílias, como consequência do abrandamento económico. Será abordado também a evolução do endividamento bancário e as consequências desse para o setor bancário.; The objective of this work is to analyze the evolution of the Portuguese banking system, as well as its role in the Portuguese economy over the past few years. Highlighting the impact that the subprime crisis has had on the interest rates of mortgage credit and consumption, the main Portuguese banks. Search also analyze, how the banking sector was affected, as well as companies and families as a result of the economic slowdown. It will be also addressed the evolution of bank debt and the consequences of this for the banking industry.

‣ Risco sistémico do sistema bancário nacional

Nunes, João Paulo Martins da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
68.24473%
Ao longo deste trabalho procurou-se explorar um tema actual, que afecta o sistema bancário mundial e que tem repercussões na economia global e na economia e sistema bancário nacional. Neste sentido, pretende-se mostrar a ênfase e os efeitos da Crise do Subprime Americana na possibilidade de ocorrência de risco sistémico no sistema bancário. Ostentando alguns modelos teóricos existentes de crises sistémicas, aspectos da regulação bancária existente e a perspectivas da abordagem de alguns autores que se pronunciaram sobre a ocorrência de crises sistémicas, como Keynes, Minsky e Stigliz. No que confere á actuação dos mercados, analisou-se a problemática da teoria dos mercados eficientes, apontando algumas das suas lacunas e apontamos uma alternativa desenvolvida por Minsky a hipótese da instabilidade financeira. Efectuou-se um breve resumo dos factores e acontecimentos que contribuíram para a ocorrência da Crise do Subprime Americana, desde o aparecimento da bolha até ao rebentamento da mesma e o seu contributo para a propagação e tumultuo do sistema financeiro global. Para complementar este trabalho, abordou-se um fenómeno de possível ocorrência de risco sistémico no sistema bancário nacional, no qual efectuamos a análise às cotações de algumas instituições bancárias cotadas na Bolsa de Valores de Lisboa. Este trabalho pretende mostrar de uma forma alusiva...

‣ Espaço geográfico, sistema bancário e a hipercapilaridade do crédito no Brasil

Contel,Fabio Betioli
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.98539%
O presente artigo tem por objetivo a análise do funcionamento atual do sistema bancário brasileiro, sob uma perspectiva geográfica. Fixando a periodização do estudo a partir da instalação do Plano Real (1994), foi possível identificar quais as principais alterações nos conteúdos técnicos e normativos do território brasileiro que têm relação direta com o desenvolvimento recente do sistema bancário nacional. Dentre as principais novidades desse sistema, foi dado destaque a três questões: o maciço processo de privatização dos bancos públicos estaduais; a implementação do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB); e a difusão das novas formas de prestação de serviços bancários (Correspondentes Bancários, cartões de crédito/débito e internet banking principalmente), possibilitada pelos objetos informacionais que vêm sendo instalados no território desde as últimas décadas do século XX.

‣ Sistema bancário sob a crise econômica internacional: o caso brasileiro

Souza, Anderson Carlos de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
67.906094%
O objetivo deste trabalho é tentar demonstrar quais fatores foram determinantes para a robustez do sistema bancário brasileiro durante a crise financeira internacional que se iniciou em 2007 e se estende até os dias de hoje. Diferentemente do que aconteceu nos Estados Unidos e nos principais países europeus, em nosso País não houve uma quebra generalizada de instituições bancárias, apesar de alguns poucos bancos de médio porte e outro de grande porte terem sido incorporados por outras instituições financeiras, muito em função da referida crise. Para atingir esse objetivo, além da pesquisa bibliográfica foi realizado um estudo econométrico através da metodologia de estimação de Vetores Autorregressivos (VAR). Os resultados encontrados sugerem que nosso sistema bancário é mais conservador que a média mundial, o que pode ser comprovado pelos elevados indicadores de Basiléia de nossas instituições e, além disso, o fator determinante para que não houvesse uma falência generalizada dos bancos no País foi o fato de que eles têm uma elevada preferência pela aplicação em títulos públicos, os quais, pela sua natureza, são como quase-moeda e pagam taxas de juros ainda muito elevadas. Assim, ao menor sinal de instabilidade da economia...

‣ Espaço geográfico, sistema bancário e a hipercapilaridade do crédito no Brasil; Geographical space, banking system and overpresence of credit in Brazil; L'espace géographique, le système bancaire et l'hypercapillarité du crédit au Brésil

CONTEL, Fabio Betioli
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
67.98539%
O presente artigo tem por objetivo a análise do funcionamento atual do sistema bancário brasileiro, sob uma perspectiva geográfica. Fixando a periodização do estudo a partir da instalação do Plano Real (1994), foi possível identificar quais as principais alterações nos conteúdos técnicos e normativos do território brasileiro que têm relação direta com o desenvolvimento recente do sistema bancário nacional. Dentre as principais novidades desse sistema, foi dado destaque a três questões: o maciço processo de privatização dos bancos públicos estaduais; a implementação do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB); e a difusão das novas formas de prestação de serviços bancários (Correspondentes Bancários, cartões de crédito/débito e internet banking principalmente), possibilitada pelos objetos informacionais que vêm sendo instalados no território desde as últimas décadas do século XX.; This paper aims to analyse today's operation of the Brazilian banking system, under a geographical perspective. Beginning the time interval of this study from the installation of Plano Real (1994), it was possible to identify which were the main alterations in the technical and normative contents in the Brazilian territory that have a direct relationship with the recent development of the national banking system. Among the main innovations of that system...

‣ O Sistema bancário na sustentabilidade do processo de crescimento: Cabo Verde 1998-2008

Tavares, Deyze Cristina Baptista
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.20708%
Mestrado em Finanças; A relação existente entre sistema financeiro e crescimento económico é tema de estudo por parte de diversos autores, desde os trabalhos seminais de Gerschenkron, 1962 e Cameron, 1967. O presente trabalho insere-se nessa temática e tem como objectivo analisar a importância do sector bancário no crescimento económico de Cabo Verde, entre 1998 e 2008. Terá sido este crescimento acompanhado pelo desenvolvimento do sector bancário ou já existia um sistema sustentado, em finais da década de 1990? Como evoluiu a estrutura do sistema bancário? Tem o sector bancário financiado os sectores chave da economia ou os seus créditos têm sido canalizados para outras actividades? Conclui-se, em primeiro lugar, ter sido na primeira década do século XXI que o sector bancário teve um crescimento elevado, aferindo este crescimento através de diversos indicadores, designadamente, activos e passivos bancários em relação ao PIB. Em segundo lugar, revelou uma situação de liquidez, solvabilidade e eficiência que conferiu estabilidade financeira à economia e destacou Cabo Verde no conjunto da África Subsariana. Em terceiro lugar, a actividade creditícia evidencia a canalização de créditos para as instituições não financeiras...

‣ Análise da importância da supervisão e regulação do sistema bancário internacional, no contexto actual : enfoque nos Acordos de Basileia

Pedro, Sofia Esparbes Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.698516%
Mestrado em Finanças; No âmbito da actividade económica quer a nível global, quer a nível de um pais, o sistema bancário é um dos pilares fundamentais para garantir a estabilidade financeira e económica, tornando premente a solvabilidade dos seus principais actores, ou seja dos bancos. A actividade bancária propícia que os bancos estejam sujeitos a diversos tipos de risco, seja num contexto macro, seja num contexto micro. Foi esta condição que despoletou a necessidade de criar processos de regulação e supervisão prudenciais, abrangendo as duas perspectivas, macro e micro, potenciando a estabilidade bancária, e por conseguinte a estabilidade financeira. O Acordo de Basileia foi umas das formas de implementação da supervisão e da regulação a um nível micro, ou seja, das instituições financeiras individualmente, e será o foco deste trabalho. A principal causa para as revisões e upgrades de versões do Acordo foi (i) a necessidade de alargar o espectro em relação aos riscos bancários, e (ii) aprender com as crises financeiras que foram surgindo, permitindo ajustar o Acordo, protegendo de forma mais efectiva os bancos, e assim prevenir futuras crises financeiras. Por fim, concluímos que os sistemas prudenciais de regulação e supervisão são essenciais para garantir a estabilidade financeira...

‣ Risco sistémico do sistema bancário nacional

Nunes, João Paulo Martins da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
68.24473%
Ao longo deste trabalho procurou-se explorar um tema actual, que afecta o sistema bancário mundial e que tem repercussões na economia global e na economia e sistema bancário nacional. Neste sentido, pretende-se mostrar a ênfase e os efeitos da Crise do Subprime Americana na possibilidade de ocorrência de risco sistémico no sistema bancário. Ostentando alguns modelos teóricos existentes de crises sistémicas, aspectos da regulação bancária existente e a perspectivas da abordagem de alguns autores que se pronunciaram sobre a ocorrência de crises sistémicas, como Keynes, Minsky e Stigliz. No que confere á actuação dos mercados, analisou-se a problemática da teoria dos mercados eficientes, apontando algumas das suas lacunas e apontamos uma alternativa desenvolvida por Minsky a hipótese da instabilidade financeira. Efectuou-se um breve resumo dos factores e acontecimentos que contribuíram para a ocorrência da Crise do Subprime Americana, desde o aparecimento da bolha até ao rebentamento da mesma e o seu contributo para a propagação e tumultuo do sistema financeiro global. Para complementar este trabalho, abordou-se um fenómeno de possível ocorrência de risco sistémico no sistema bancário nacional, no qual efectuamos a análise às cotações de algumas instituições bancárias cotadas na Bolsa de Valores de Lisboa. Este trabalho pretende mostrar de uma forma alusiva...

‣ A internacionalização do sistema bancário brasileiro; Texto para Discussão (TD) 1566: A internacionalização do sistema bancário brasileiro; The internationalization of the Brazilian banking system

Freitas, Maria Cristina Penido de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
68.04671%
O objetivo desta pesquisa é examinar a inserção internacional do sistema bancário do Brasil, em cotejo com as experiências da Coreia do Sul e do México. Desde a segunda metade da década de 1990, estes países aprofundaram a integração financeira de suas economias, mediante atração de fluxos expressivos de investimento direto externo (IDE) financeiro – associada à remoção de restrições à entrada de instituições bancárias estrangeiras – e expansão da presença de bancos domésticos no exterior. O texto discute também as implicações e perspectivas da internacionalização do sistema bancário brasileiro.; 83 p. : il.

‣ A (des) confiança dos brigantinos face ao sistema bancário português

Fernandes, António; Ribeiro, Maria Isabel
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
67.906094%
O objetivo deste estudo foi analisar o comportamento do consumidor face ao sistema bancário português. Para o efeito, desenvolveu-se um estudo transversal, observacional e descritivo baseado numa amostra acidental constituída por 456 indivíduos que foram inquiridos através de um questionário de autopreenchimento. O questionário destinava-se à população ativa e pretendia averiguar a opinião dos portugueses em relação ao sistema bancário e à atual crise que se faz sentir em Portugal. Para além disso, visava, ainda, perceber o comportamento dos consumidores face aos produtos financeiros. A recolha de dados decorreu durante os meses de novembro e dezembro 2014 e janeiro de 2015 na cidade de Bragança. Os dados foram editados e tratados com o SPSS 22.0 (Statistical Package for Social Sciences). Calcularam-se estatísticas descritivas, nomeadamente, frequências absolutas e relativas. Pode-se afirmar que os portugueses se sentem desagradados com a situação económica e financeira portuguesa pois consideram que os rendimentos são baixos e a carga fiscal é elevada e desproporcional face ao nível de rendimento. Os resultados mostram que, com a atual crise que se sente em Portugal, os cidadãos de Bragança estão bastante preocupados. Esta situação traduz-se na redução do rendimento mensal ou no desemprego que levou à alteração de alguns hábitos do quotidiano dos inquiridos de forma a conseguirem reduzir as despesas. Segundo os inquiridos...

‣ Executou o sistema bancário português as normas orientadoras dos acordos de Basileia I e II?

Filipe, Margarida Marques
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.698516%
Mestrado em Finanças; O presente estudo tem como objectivo responder à questão - Executou o Sistema Bancário Português as normas orientadoras dos Acordos de Basileia I e Basileia II? Esta investigação centra-se nos bancos portugueses que fazem parte da rede bancária nacional e tem como período temporal de análise 2005-2010. De forma a responder à questão de investigação, analisou-se a evolução dos Acordos de Capital, realizou-se uma breve descrição da evolução do SBP e do papel de supervisão do Banco de Portugal, assim como se calcularam e analisaram indicadores nas vertentes da liquidez, rendibilidade, solvabilidade e rating. Concluiu-se que, no âmbito da amostra seleccionada, os bancos com mais informação disponibilizada sobre os Acordos de BI e BII, e que implementam medidas de risco mais exigentes são o Millennium BCP, CGD, e BES.; The present study aims for the question - Did the Portuguese Bank System run the guidelines of the Basel Accords I and II? This investigation focuses on portuguese banks that are part of the national banking system and its temporal analysis is between 2005-2010. In order to answer the research question, the evolution of the Capital Accords was analyzed, a brief description of the evolution of the Portuguese Banking System and the supervisory role of the Bank of Portugal...

‣ Análise do sistema bancário da União Europeia

Martins, Liliana Patrícia Guimarães
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.906094%
Dissertação de mestrado em Economia Monetária, Bancária e Financeira; O presente estudo pretende analisar a estrutura do sistema bancário da União Europeia. Para o efeito selecionamos um conjunto de variáveis independentes, nomeadamente o número de instituições de crédito, o número de funcionários bancários, montante de depósitos, montante de empréstimos bancários e o produto interno bruto; e analisamos o seu efeito na variável que consideramos representar melhor a estrutura do sistema bancário: a Dimensão de Ativos. Este estudo compreende o período de 1999 a 2014, e inclui oito países que representam cerca de 80% do total de ativos da União Europeia, a Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália e Portugal como países da Zona Euro, e ainda, o Reino Unido e a Suécia. Como instrumentos de análise utilizamos o Coeficiente de Correlação de Pearson, o Coeficiente de Determinação e o Teste de Significância Global. Os resultados obtidos parecem indicar que o número de instituições de crédito existentes na economia tende a afetar negativamente a dimensão de ativos da banca do país em causa, ao contrário das restantes variáveis acima mencionadas que evidenciam uma associação positiva com este indicador. De entre as variáveis estudadas...

‣ Tamanho, dimensão e concentração do sistema bancário no contexto de alta e baixa inflação no Brasil

de Paula, Luiz Fernando Rodrigues
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
58.22506%
Este artigo analisa as mudanças ocorridas no sistema bancário brasileiro em um contexto de alta e de baixa inflação, em termos de seu tamanho, de sua dimensão e de seu grau de concentração. Para tanto, procura-se mostrar que, de forma geral, no período dos anos 70 até meados dos 90 o sistema cresceu muito no que se refere ao seu tamanho e dimensão, assim como teve uma tendência à maior concentração, em particular no seu segmento privado. Contudo, a partir da desregulamentação financeira feita pela reforma bancária de 1988, começaram a ocorrer modificações importantes no sistema bancário brasileiro - com uma grande proliferação de novos bancos, uma diminuição na participação do segmento público no sistema bancário e uma tendência à desconcentração - revelando em boa medida o maior dinamismo do segmento privado e a intensificação da concorrência no mercado bancário. Mais recentemente, o ambiente de estabilização de preços e o afrouxamento nas barreiras à entrada do capital estrangeiro no mercado bancário brasileiro, no contexto do Plano Real, têm acarretado novas mudanças na configuração do sistema bancário, num processo que se encontra ainda em curso na atualidade.